Animais

Veja o Vídeo Raro de um Puma a Caçar um Veado

Um entusiasta de vida selvagem passou anos a montar câmaras camufladas na Califórnia, até a sua paciência ter dado frutos.Thursday, November 9, 2017

Por Hannah Lang

Captar imagens de um puma a atacar a sua presa era um sonho que Randy Spade tinha há já algum tempo. E quando verificou as imagens captadas pela sua câmara no terreno, no dia 4 de junho, não conseguiu evitar o entusiasmo quando fez a pré-visualização e viu um puma em cima de um veado.

Spade, que é de Whitmore, na Califórnia, estava a monitorizar as imagens das câmaras que colocou no rancho de uns amigos da sua família há já cinco anos, perto do Lago Whiskeytown, na Califórnia, quando finalmente viu o vídeo, extremamente raro, de um puma a atacar um veado e a arrastá-lo. No dia seguinte, carregou o vídeo no seu canal de Youtube, onde tem postado centenas de vídeos de vida selvagem, provenientes do mesmo rancho.

Veja o vídeo de outro ataque feroz, com uma aranha gigante a devorar um grilo, na mão de um homem.

“O veado tropeçou na câmara e acionou-a. Depois, o puma apareceu no canto da imagem, o que fez com que o enquadramento e o tempo fossem perfeitos, o que achei fantástico”, diz Spade.

O vídeo mostra um puma a aproximar-se sorrateiramente, pelo canto da imagem, por trás de um veado inocente que foi rapidamente atirado ao chão e arrastado para fora de campo, pelo pescoço.

Vídeos como este são raras vezes captados, porque os pumas são animais geralmente solitários e evitam pessoas. Em dezembro, uma câmara de segurança apanhou um puma a arrastar um veado do alpendre de uma família em Hillsborough, na Califórnia.

Mais de metade do Estado Dourado é considerado habitat de pumas, e o California Department of Fish and Wildlife estima que haja entre 4 mil a 6 mil pumas espalhados pelo estado.

Spade diz que todos os meses capta vídeos de dois ou três pumas no rancho, e chega a ver oito numa semana.

“Talvez daqui a cinco anos possamos ter sorte de novo”, diz-nos. “Preciso de começar a fazer atualizações das minhas câmaras e de limpar as minhas lentes mais frequentemente, porque nunca se sabe quando vamos conseguir aquelas imagens.”

Continuar a Ler