Animais

Perguntámos aos Nossos Leitores que Espécies Gostariam de Salvar – Eis as Respostas

A sua espécie está na lista?segunda-feira, 17 de junho de 2019

Por Douglas Main
Uma abelha (Apis mellifera) a beber néctar de uma flor. Muitas pessoas defendem avidamente a proteção das abelhas.

Se pudesse dedicar a sua vida a salvar uma espécie, qual delas escolheria?

A National Geographic colocou esta questão aos seus leitores no Facebook e a resposta mais frequente foi de certa forma surpreendente: abelhas.

Os insetos ganham (de longe) aos outros animais mais carismáticos, incluindo elefantes, tigres, baleias e ursos-polares, que fecham o Top 5 por essa ordem.

Os nossos leitores comentaram sobre o quão importantes estes insetos são para os ecossistemas e para os seus habitantes: por exemplo, três quartos das plantas com flores e cerca de um terço das culturas dependem de polinizadores como as abelhas para se reproduzirem. Um dos leitores escreveu: “Se as abelhas desaparecerem, todos nós desaparecemos”.

Uma análise recente, publicada na revista Biological Conservation, descobriu que quase metade das espécies de abelhas mundiais estão sob a ameaça de extinção. Sete espécies de abelhas Hylaeus havaianas, dizimadas por espécies invasoras e perda de habitat, foram as primeiras abelhas a ser adicionadas à Lista de Espécies em Extinção dos EUA, em 2016.

A perda de habitat origina a perda de abelhas, bem como a poluição, que inclui a contaminação por pesticidas, como os neonicotinóides.

O segundo resultado mais popular incidiu sobre os elefantes, que as pessoas apreciam pela sua inteligência e pelos seus enormes grupos familiares. De facto, estes animais são alguns dos mais inteligentes no reino animal e têm interações sociais extremamente complexas que lhes permitem formar sociedades com diferentes culturas. Os elefantes também conseguem distinguir a idade e etnia em vozes humanas e usar ferramentas.

Resultados facebook national geographic

Os tigres, todos em extinção, foram classificados como o animal mais carismático num estudo de 2018. Os tigres-de-bengala, a subespécie mais numerosa, são menos de 3.000 na natureza, embora se encontrem muitos em cativeiro pelo mundo inteiro.

Favoritos raros

Talvez não seja surpreendente que os animais favoritos da maioria das pessoas estejam ameaçados ou em perigo, embora muitos não percebam isso. Outro artigo de 2018, publicado na revista PLOS ONE, analisou os animais mais carismáticos, classificados por respostas de milhares de participantes. Os autores perguntaram se as pessoas sabiam que essas criaturas estavam classificadas como vulneráveis, ameaçadas ou em perigo, pela União Internacional para a Conservação da Natureza.

Embora a maioria das pessoas percebesse que os ursos-polares e os tigres estavam em perigo, a grande maioria não sabia que o mesmo se passa com os elefantes (com um terço a receber uma resposta errada) e com os leões (58% de respostas erradas).

Felizmente, a consciência e o alarido do público podem dar resultados. Desde 2010, as populações de tigres aumentaram em algumas áreas da Índia e do Nepal, embora tenham declinado noutros lugares, como nalgumas áreas do sudeste asiático.

Muitos dos leitores também mencionaram que gostavam de salvar os humanos, ou que os humanos eram o único animal que não valia a pena salvar.

Os humanos receberam o maior número de menções de qualquer espécie “animal”, e muitos dos comentários expressaram raiva pelo impacto negativo das pessoas na vida selvagem.

Animais carismáticos que enfrentam perigos

ver galeria

Este artigo foi publicado originalmente em inglês no site nationalgeographic.com

Continuar a Ler