Animais

Caranguejo de Imitação? Conheça 6 Criaturas que Copiam a Aparência de Outros Animais

Desde formigas-panda a insetos-jacaré, eis algumas criaturas surpreendentes que emulam espécies icónicas.sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Por Liz Langley
ver galeria

Porque razão é que uma formiga se iria querer parecer com um panda? Ou um caranguejo com um leopardo?

A lista de razões pelas quais alguns animais evoluíram para terem a forma que têm é longa. Para alguns desses animais, serve para impressionar futuros parceiros ou intimidar rivais sexuais, diz Kevin Omland, professor de ciências biológicas na Universidade de Maryland. Para outros, serve de camuflagem, termorregulação ou para afugentar predadores, como acontece com a serpente-escarlate, que não é venenosa, mas que se parece com uma cobra-coral venenosa – afastando assim os seus potenciais predadores.

Alguns animais imitam outros intencionalmente, mas alguns parecem ter desenvolvido colorações que estão no espectro oposto da espécie. Conheça algumas das criaturas que copiam o visual de outros animais.

Formiga-panda
Embora estes insetos pretos e brancos pertençam a um grupo chamado formigas-veludo, na realidade, estes “pandas”, são vespas chilenas. Com um corpo preto e branco, cabeça branca e olhos pretos, a semelhança com o icónico panda é inquietante.

Normalmente as fêmeas é que se parecem com formigas, diz por email Denis J. Brothers, da Universidade de Kwa-Zulu Natal, na África do Sul. Este visual pode ser um aviso para os predadores – porque as suas picadas são muito fortes.

Os machos têm asas e parecem-se muito mais com aquilo que esperamos de uma vespa, mas não têm ferrão. Isto porque os ferrões das fêmeas são ovipositores modificados, ou órgãos que depositam ovos, que os machos não têm, diz Justin Schmidt, entomologista na Universidade do Arizona e autor do livro Sting of the Wild.

Lagarta-cobra
Para afugentar os predadores, algumas lagartas de traças de borboletas imitam víboras mortais. Estas lagartas, quando se sentem ameaçadas, retraem as patas e expandem os segmentos frontais dos seus corpos, para passarem rapidamente de lagarta humilde a serpente assustadora.

Mas estas criaturas não têm muito tempo para exibir as suas capacidades. Só conseguem imitar uma cobra durante a muda, algo que acontece durante os seus 30 dias de vida.

Inseto-jacaré
O inseto-jacaré tem uma estrutura grande e oca no topo da sua cabeça que faz lembrar olhos por cima de uma mandíbula alongada – os seus olhos verdadeiros estão na parte de trás da estrutura. Mas, para um predador, como um pássaro, as semelhanças com um réptil podem ser o suficiente para não tentar a sua sorte.

Para além do seu disfarce facial, este inseto também abre as asas para revelar um “par de olhos”, fazendo parecer que é um animal muito maior. E se tudo isso falhar, consegue emitir um cheiro nauseabundo capaz de afastar os predadores mais insistentes.

Mosca-abelha
"Ninguém se mete com uma abelha", diz Katy Prudic, entomologista na Universidade do Arizona. É por isso que a mosca-abelha evoluiu para se parecer com uma. O seu corpo listado, que pode ter cores diferentes dependendo da espécie, ajuda a afugentar predadores como insetos e aranhas, que até podem perseguir uma mosca, mas pensam duas vezes antes de atacar uma abelha.

Este disfarce de abelha também ajuda as fêmeas a entrar nos ninhos das abelhas. As fêmeas atiram os seus ovos para dentro do ninho com o ovipositor que têm na extremidade do abdómen. Parece um serviço de ténis, diz Prudic, e têm uma "precisão que deixaria Serena Williams orgulhosa". E quando os ovos eclodem, os intrusos recém-nascidos acabam eventualmente por comer as reservas de pólen e as abelhas mais pequenas.

Caranguejo-leopardo
O caranguejo-leopardo tem manchas semelhantes às de um leopardo. E servem o mesmo propósito – coloração disruptiva, diz Jay Stachowicz, ecologista marinho na Universidade da Califórnia, em Davis.

É uma espécie de padrão de camuflagem militar. A intenção é dificultar a visão à distância, quando se movimenta. Quando algo com uma cor sólida se move, se estiver contra um plano de fundo multicolorido, acaba por se destacar. Mas um uniforme multicolorido, em movimento contra um fundo multicolorido, esbate-se.

Assim sendo, o caranguejo com manchas de leopardo, que geralmente fica parcialmente enterrado na areia dentro de água, é mais difícil de avistar do que um caranguejo normal.

Besouro-hércules
Segundo um estudo feito em 2014, publicado na revista PLOS One, um dos animais mais fortes da Terra, o besouro-hércules, tem boas razões para usar um “chapéu” que se parece com a pata de um caranguejo: é uma "garra" desenvolvida para combinar com o seu estilo de luta. Quando está a lutar por fêmeas, o besouro usa a pinça que tem na cabeça para agarrar e levantar os seus rivais.
 

Este artigo foi publicado originalmente em inglês no site nationalgeographic.com

Continuar a Ler