Animais

Imagens: Como consegue Uma Pitão Engolir Um Crocodilo

As cobras comem, geralmente, elementos com eerca de 75 a 100 por centro do seu tamanho.

Por Jennifer S. Holland

3 Março 2014

Numa batalha épica no norte de Queensland, na Austrália, um pitão-oliva com 3,48m engoliu um crocodilo-de-água-doce-australiano, e um transeunte sortudo tirou fotos.

Falámos com Terry Philip, curador de répteis no Reptile Gardens em Rapid City, Dakota do Sul, sobre as relações pitão-crocodilo e sobre o controlo das porcões à hora das refeições.

Estas fotos sugerem dois animais monstruosos lutando e, uma serpente que mais tarde poderá arrepender-se da sua refeição. Será este um momento raro que alguém capturou por acaso ou será um dia normal na natureza selvagem?

Em primeiro lugar, estes animais não são gigantes. A cobra é pesa, provavelmente, cerca de 15 ou 20 libras [7 a 9 kg], e o crocodilo deverá ter entre 5 a 7 libras [2 a 3 kg] e, provavelmente, três pés [um metro] de comprimento. E para estas espécies, nativas daquela parte da Austrália, este é um evento muito natural. Embora nos pareça realmente uma grande refeição, é uma refeição bastante habitual para esse tipo de cobra. As cobras-oliva são conhecidas por serem incrivelmente poderosas, libra por libra, e por se alimentarem de grandes itens alimentares.

Que perigo existe para esta cobra neste cenário?

Os dentes. Os dentes do crocodilo poderão cortar a cobra. E se o crocodilo conseguir agitar a sua cabeça, ele poderá causar sérios danos - mas ele aqui provavelmente não teria a oportunidade de o fazer. Essa é uma das razões que leva as cobras a ir para a zona do pescoço e do ombro quando atacam, para tentar evitar que elas próprias sejam mordidas. Elas vão agarrar mesmo atrás do crânio e enrolar-se para segurar o crocrodilo no lugar. Mas, mesmo que uma cobra seja mordida, ela tem um sistema imunológico fenomenal e pode lutar contra muitas infeções. Vemos enormes cicatrizes em cobras selvagens; elas às vezes são mordidas pelas suas presas.

Neste cenário, ganhará sempre a cobra?

Não necessariamente. Ambos são predadores ápice no seu ambiente. Crocodilos-de-água-doce-australianos grandes comem pequenos pitões pequenas e vice-versa.

Como é que um constritor como um pitão sabe quando é “seguro” parar e comer?

As serpentes são muito sensíveis aos batimentos cardíacos das suas presas. Normalmente, um pitão irá apertar até que o animal asfixie e o coração páre. Mas os crocodilos podem aguentar muito tempo sem oxigénio. Neste caso eu acho que a cobra apertou com tanta força que ele comprimiu a cavidade torácica até não haver espaço para o coração bater. Provavelmente o crocodilo morreu de paragem cardíaca, em vez de asfixia.

Sempre ouvimos dizer que as cobras podem "desengatar" ou deslocar as suas mandíbulas para comer grandes alimentos. É disso que se trata?

Não. As cobras não têm queixo, nem ossos no queixo e, por isso, as suas mandíbulas não estão interligadas da maneira que as nossas estão. Não há nada para deslocar. Em vez disso, existem ligamentos realmente elásticos que determinam até ondé conseguem abrir a boca.

As cobras parecem "saber" que têm de comer as suas presas a partir do ponto mais restrito - a extremidade da boca - tornando o o animal mais fácil de engolir; é instintivo?

Há provavelmente algum instinto a funcionar aí. As cobras selvagens e em cativeiro têm um comportamento particular. Depois de matar o animal, elas vão deixar ir e descansar. Depois, antes de comer, elas Depois, antes de comer, elas vão procurar à volta, usando as suas narinas e a língua para encontrar o cheiro da saliva do animal. É esse o fim que elas querem. Com os crocodilos não há saliva, por si só, mas talvez o cheiro do muco faça o mesmo efeito.

Qual é a maior presa alguma vez ouviu dizer que uma cobra comeu?

Foi um pitão-ametista – intimamente ligados aos pitões-oliva – que comeu um wallaby que tinha cerca de 110 por centro do peso do seu corpo. Essa foi uma refeição com boa dimensão. Mas as cobras comem geralmente alimentos que tenham entre 75 a 100 por cento do seu tamanho.

O que acha do caso da Florida, onde o corpo de uma pitão birmanês explodiu depois de comer um crocodilo? Terá a cobra feito uma má avaliação de quanto conseguia controlar?

As cobras podem, ocasionalmente, começar a comer algo e depois abandonar, ao se aperceberem que é demasiado grande. Mas isso não é usual. Eis o que realmente aconteceu na Flórida. A cobra matou o crocodilo com sucesso e comeu-o, engolindo-o de uma só vez. A cobra ganhou. Mas a Flórida tem um ambiente artificial para essa espécie de cobra; não é tão quente como o seu habitat no Sudoeste Asiático. A cobra não conseguia digerir rápido o suficiente para evitar que a comida apodrecesse. Assim que a comida começou a apodrecer dentro da cobra, a cobra começou a morrer. O seu corpo dividiu-se por causa desse processo, não porque o crocodilo era muito grande.

De volta à Austrália, depois de comer o crocodilo-de-água-doce-australiano, quanto tempo conseguirá aguentar o pitão-oliva sem comer?

Estes são predadores de emboscada, por isso a cobra não deixará de aproveitar uma refeição que se atravesse. Iria provavelmente ficar dormente durante dez dias para digerir, mas ao longo das próximas três semanas, levaria o que conseguisse alcançar. Contudo, as necessidades calóricas desde tipo de cobras são bastante reduzidas. Iria provavelmente passar o resto da temporada sem comer.

Que partes do crocodilo pode a cobra usar para obter energia?

Todos os ossos, carne e órgãos são digeridos e usados. Muitas escamas passarão e também os dentes, ao longo de duas ou três semanas depois da matança. Coisas com queratina e esmalte não são digeríveis, por isso acabarão por se afastar.

Continuar a Ler