Animais

Por que Estão Estes Cachalotes Parados na Vertical no Meio do Oceano

Um fotógrafo captou um raro vislumbre de cachalotes a fazerem uma sesta e as fotografias correram mundo.

Por Sarah Gibbens
ver galeria

Clique na Galeria acima para ver as fotografias deste comportamento curioso

Quando um dos maiores animais do oceano tira uma soneca, pode parecer muito estranho. 

Surgiram fotografias na Internet que se tornaram famosas de cachalotes reunidos, aparentemente imóveis e organizados verticalmente na água. As baleias, que são aproximadamente do tamanho de autocarros escolares, parecem estar quase sempre em grupos de cinco ou seis. 

O fotógrafo e cineasta francês Stephane Granzotto capturou este comportamento enquanto mergulhava no Mediterrâneo, onde estava a documentar comportamentos de cachalotes, para o seu livro de fotografia sobre estas criaturas, intitulado Cachalotes. Na foto acima, enviada para comunidade de fotografia da National Geographic, YourShot, Granzotto verificou que as baleias estavam a dormir há já uma hora. 

Um estudo publicado em 2008, na revista científica Current Biology foi o primeiro a documentar, de forma conclusiva, que as baleias dormem em posição vertical.

Segundo o fotógrafo, o cachalote mais próximo mantinha o olho aberto e permitiu a aproximação dos mergulhadores.

Veja um vídeo incrível com orcas e uma baleia em:

http://www.natgeo.pt/animais/2017/08/orcas-trucidam-baleia-em-video-chocante

 

O sono já tinha sido observado em alguns cetáceos em cativeiro, monitorizando os movimentos oculares, mas a forma como as baleias descansam na natureza era muito menos conhecida. 59 cachalotes foram equipados, com recurso a identificadores presos com ventosas, que fazem recolha de dados, e investigadores da Universidade de St Andrews e da Universidade de Tóquio mediram os períodos de inatividade dos animais. 

Percebeu-se que as baleias passam cerca de sete por cento do seu dia nesta posição vertical, perto da superfície da água, onde elas dormem 10 a 15 minutos. Os investigadores, na época, sugeriram que talvez sejam um dos animais menos dependente do sono, do mundo.

Descobriu-se que as baleias em cativeiro utilizam apenas metade de seu cérebro enquanto dormem, um comportamento que os cientistas pensam que poderia ajudá-las a evitar predadores, manter o contato social, a controlar a respiração ou a continuar a nadar. 

O estudo também incluí as observações concluídas a partir de um vídeo, filmado no norte do Chile, que mostra baleias que não acordaram das suas sestas junto à superfície, até que um navio se aproxima com seus motores e colide involuntariamente com elas. Isto sugere que as baleias na natureza podem entrar num sono profundo, ao contrário das suas parceiras em cativeiro.

 

Veja um vídeo surpreendente com uma baleia em: http://www.natgeo.pt/video/tv/video-aereo-incrivel-jovem-baleia-cinzenta-nada-com-banhistas

 

Continuar a Ler