Ciência

O Futuro do Sorriso com Dr. Miguel Stanley

Neste documentário da National Geographic, o Dr. Miguel Stanley demonstra como a robótica e a inteligência artificial irão alterar os limites da ciência dentária. Tuesday, November 6, 2018

Por National Geographic
Fotografia do Médico Dentista Miguel Stanley, no documentário 'O Futuro do Sorriso com Dr. Miguel Stanley'.

Todos os anos, a medicina moderna dá novos passos e a medicina dentária ganha destaque com a evolução da tecnologia biónica. Há 200 anos atrás os problemas de saúde dentária eram uma causa de morte. Atualmente, a ciência dos sorrisos é capaz de alterar vidas e mudar o rumo da medicina.

No documentário ‘O Futuro do Sorriso com Dr. Miguel Stanley’, o médico dentista português viajou até ao Uganda para provar o impacto desta tecnologia em populações de países subdesenvolvidos. Neste país, 93% da população é afetada por problemas dentários causados por infeções e pelo difícil acesso a tratamento médico.

Sorrisos debilitados causam, desconforto, dor ou até vergonha. Mudam personalidades e reações, podem ter impacto no percurso profissional de uma vida. Contudo, há criaturas imunes à perda de dentes: os tubarões. Estes animais estão a ser afetados pelo aumento da temperatura da água do mar – que lhes fazem perder dentição - e conseguem fazer crescer até 50 mil novos dentes. Descortinar os mecanismos biológicos que acionam o crescimento de novos dentes, pode ajudar a espécie humana a fazer progressos nesta área, já que ao longo da vida também temos duas dentições – a de leite e a definitiva.

Fotografia do Dr. Miguel Stanley com dente criado através da tecnologia de impressão 3D.

Por outro lado, a edição de genes pode permitir-nos rescrever o nosso DNA. Na Austrália, já é possível imprimir secções de um maxilar danificado. No futuro, a bioquímica e a bioimpressão podem contribuir para o desenvolvimento da ciência. O Dr. Miguel Stanley acredita que os dentes biónicos transformam não só a vida das pessoas, mas também melhoram significativamente a qualidade de vida.

Imagem do documentário 'O Futuro do Sorriso com Dr. Miguel Stanley'.

A tecnologia de impressão 3D tem vantagens face à técnica tradicional de colocação de implantes. Uma impressora que cabe numa mala de viagem, pode imprimir dentes em apenas algumas horas. Esta tecnologia já está a melhorar a qualidade e velocidade do tratamento dentário em zonas subdesenvolvidas e remotas.

No ocidente o acesso rápido a tratamento dentário é mais evoluído, mas não está disponível a toda a gente. Neste documentário, o Dr. Miguel Stanley vai melhorar a qualidade de vida de um paciente português com um tratamento revolucionário. O sorriso tem o poder de mudar vidas. Viaje pelos horizontes da medicina dentária digital na estreia do documentário ‘O Futuro do Sorriso com Dr. Miguel Stanley’, dia 26 de novembro às 21:30.