Ideias Para Atividades Durante o Isolamento de Coronavírus

A National Geographic está a perguntar aos pais o que estão a fazer para manter os seus filhos ativos em casa. Eis o que responderam.

Tuesday, April 14, 2020,
Por National Geographic
    

    

Fotografia de Alistair Berg / Getty Images

Levante a mão se os seus filhos estão fechados em casa e já não sabe o que fazer para os manter ocupados. Por outro lado, também é verdade que não existe ninguém melhor do que os pais para encontrar soluções criativas. Confira as ideias partilhadas pelos próprios especialistas sobre como manter as crianças ocupadas durante este período forçado de união familiar. Pode verificar novas atividades e partilhar as suas ideias no Twitter.

• Se tiver um quintal, leve o estojo de pintura para o exterior. É mais divertido pintar na rua, e também pode ajudar as crianças a ter uma perspetiva diferente. Bónus: Pintar fora de casa acaba por sujar menos as coisas!

• Escolha semanalmente um tema fotográfico (como “vermelho”, “pássaros” ou “água”) e desafie as crianças a pensar criativamente sobre como captar o tema de maneiras diferentes.

• Para as crianças que estão a aprender a ler, coloque notas adesivas pela casa com as letras do alfabeto (por exemplo, a letra U num urso de peluche). Desafie a criança a encontrar todas as notas adesivas e a colocá-las por ordem alfabética no frigorífico.

• Alguns vizinhos estão a organizar “safaris”, ou seja, colocam animais de peluche à janela para as crianças encontrarem. E para ser mais engraçado, as crianças podem fazer os seus próprios animais de cartão, e também os podem exibir.

• Promova a generosidade das crianças incentivando-as a ajudar um vizinho idoso. Elas podem cuidar de um jardim, apanhar folhas do chão ou até plantar flores. As crianças mais velhas também podem ajudar a cortar a relva.

• Faça um desenho com a ajuda da sombra de um objeto, onde a criança desenha o contorno de uma silhueta 'criada' pela sombra. Use bonecos, brinquedos ou algo surpreendente que tenha um formato interessante, como uma chávena de café.

• Se as praias estiverem encerradas, ou se vive longe da praia, faça uma em sua casa. Relaxe em toalhas de praia e use fatos de banho e óculos de sol. Substitua a areia por cobertores grandes e coloque conchas que tenha colecionado em viagens anteriores para fazer uma “caminhada” para as apanhar. E pode até pescar criaturas de peluche.

• Quando sair para apanhar ar fresco com as crianças, dê a cada uma delas um bloco com oito formas desenhadas. Desafie-as a encontrar as formas durante a caminhada e anote qual é o item identificado na realidade.

• Faça dias temáticos – por exemplo, o espaço. Com diferentes temas, poderá manter os seus filhos ocupados durante várias horas.

• As escolas e as bibliotecas públicas estão fechadas, mas a maioria tem e-books e livros de áudio digital disponíveis para os alunos, para eles poderem continuar a ler ou a ouvir os seus livros favoritos, ou explorar novos títulos.

• Crie um pequeno jardim num recipiente com uma mistura de morangos, mirtilos, cebolas, espinafre, rabanete, alface, tomate, etc. (Crescem facilmente em recipientes de plástico reciclado.) Isto educa as crianças sobre a vida, responsabilidade, ciência, paciência, nutrição e sustentabilidade.

• Peça às crianças para escreverem uma autobiografia, concentrando-se neste momento peculiar das suas vidas.

• Ensine-lhes coisas que não aprendem na escola, como cozinhar e como se organizarem.

• Jogue vólei dentro de casa com balões – é ótimo num dia de chuva.

• Peça às crianças para organizarem uma festa a fingir e para criarem os seus próprios jogos, como o Jogo das Cadeiras, entre outros. Depois podem fazer uma festa “a sério” em família no fim de semana.

• Deixe-as pesquisar online sobre um país aleatório do qual nunca ouviram falar.

• Construa uma tenda em casa com o que tiver disponível.

• Peça para desenharem cartazes para animar as pessoas.

• Seja divertido, criativo e tenha mais paciência do que o normal. Faça um forte em casa, experiências científicas, espetáculos de marionetes, jogue jogos de tabuleiro e, se puder, brinque no quintal.

• Desenhe um mapa simples do seu bairro com pistas e peça ao seu filho para navegar de uma pista até outra enquanto anda de bicicleta. As pistas podem ser formas, cores, letras, sinais, números, objetos, árvores, etc.

• Tire a árvore de Natal do armário e façam novos enfeites em conjunto para decorá-la!

• Ensine as crianças mais velhas a jardinar, costurar, cozinhar, gerir finanças, trocar um pneu, trocar o óleo ou até a trabalhar com ferramentas elétricas.

• Jogue às escondidas ou a outros jogos clássicos.

• Compre materiais e acessórios baratos para criar projetos de artesanato em casa, como fazer coelhinhos da Páscoa com camisolas de lã recicladas. Isto também ajuda a apoiar pequenas empresas que podem estar a sofrer com a pandemia.

• Ensine as crianças a fazer iogurte ou a fermentar alimentos para os conservar.

• Faça um piquenique em casa com toalha de mesa, cesto e flores.

• Experimente fazer projetos de arte com itens domésticos do quotidiano, como fazer um robot com caixas de cereais e tampas de garrafas ou frascos.

• Veja as webcams em direto do Zoo Nacional Smithsonian e peça às crianças para escreverem um pequeno resumo sobre o que os animais estão a fazer.

• Visite museus de todo o mundo – virtualmente. O Google Arts & Culture criou um site onde pode “visitar” museus de arte famosos, desde o Museu Georgia O’Keeffe em Santa Fé ao Museu Van Gogh em Amesterdão. Estes são alguns dos museus portugueses que pode visitar sem sair de casa.

• As crianças podem fazer videochamadas com os colegas de turma.

• Faça um plano/horário para evitar que as crianças fiquem sobrecarregadas com tudo o que a escola envia para casa. Defina tempo para sair, ouvir música, fazer artesanato e também para descansar. Este período também é difícil para as crianças.

• Brincar com LEGO é sinónimo de diversão interminável e as noites de cinema também são uma sugestão.       

• Explore álbuns de fotografias antigos.

• Escreva cartas à avó e ao avô.

• As crianças podem documentar a sua experiência para um dia mais tarde partilharem com os seus descendentes.

 

Este artigo foi publicado originalmente em inglês no site nationalgeographic.com e algumas das sugestões foram adaptadas à realidade portuguesa.

Continuar a Ler