Ron Howard, Sobre a Importância da Exploração Espacial

O produtor-executivo da série Marte, em exibição no National Geographic Channel, fala-nos de um futuro além das fronteiras do nosso planeta.

Wednesday, November 14, 2018,
Por BROOKE SABIN
Os oceanos e continentes terrestres num elegante retrato do nosso planeta.
Os oceanos e continentes terrestres num elegante retrato do nosso planeta.
Fotografia de CORTESIA DE NASA/NOAA

Marte regressou com uma nova temporada no passado dia 11 de novembro.

Com uma longa carreira na área do entretenimento, Ron Howard parece já ter feito de tudo, desde desempenhar o papel de personagens acarinhadas pelo público, como o sempre despenteado Opie Taylor e o adolescente dos anos 50 Richie Cunningham, a realizar blockbusters como ‘Uma Mente Brilhante’, de 2001.

Durante muitos anos, Howard, detentor de vários Óscares, Globos de Ouro e prémios BAFTA, apontou a sua lente para espaço. (Lembre-se de títulos como ‘Apollo 13’ e ‘Han Solo: Uma História de Star Wars.) Esta curiosidade pelo que o cosmos nos reserva alimenta também o seu trabalho enquanto diretor executivo do documentário dramatizado da National Geographic ‘Marte’, cuja segunda temporada estreou a 11 de novembro.

Com o lançamento do programa ‘Starstruck’, um esforço da National Geographic que, ao longo de um ano, irá celebrar a exploração espacial, Howard partilha alguns pensamentos a respeito da partida do Homem para novos domínios, e a possibilidade de se observar a Terra à distância, deixando, ainda, um comentário para um cético em relação à passagem do Homem pela Lua.

Durante muitos anos, Ron Howard, detentor de vários Óscares, Globos de Ouro e prémios BAFTA, apontou a sua lente para espaço.
Fotografia de MIKE PARMALEE, NAT GEO IMAGE COLLECTION

Na sua opinião, o que nos reserva a exploração espacial?

Tal como muitos adeptos da exploração espacial, acredito que a possibilidade de colonizarmos Marte encerra um momento de viragem na história da humanidade, mas também um marco muito importante em termos mais práticos, e um ponto de partida para uma autêntica aventura de exploração do universo bem ao estilo de ‘Star Trek’. Creio, que é bem possível que seja esse o nosso destino.

Se tivesse possibilidade de um dia observar a Terra a partir do espaço, o que acha que lhe iria passar pela cabeça nesse momento?

Quando realizei ‘Apollo 13’, muitos astronautas, incluindo Jim Lovell, descreveram a sensação de olhar para a Terra como uma em que nos apercebemos da insignificância de todos os conflitos e assimetrias sociais das nossas sociedades. Tiveram realmente noção da nossa pequenez, e eu acho que iria sentir o mesmo.

Se pudesse enviar um postal para Marte com uma ilustração de qualquer ponto da Terra, qual seria?

Enviaria uma fotografia do Vale de Cedar, no Kansas, porque foi lá que ouvi o meu falecido avô dizer que não acreditava que os astronautas tinham caminhado pela Lua. Ele acreditava que tal feito seria impossível e tudo não passava de uma grande manobra televisiva! Apreciaria muito a ironia de enviar para Marte um postal daquele lugar. Desculpa, avô!

 

Este artigo foi publicado originalmente em inglês no site nationalgeographic.com

Continuar a Ler