Espaço

De Olhos Nas Estrelas – Eventos Astronómicos de Abril

Abril é o mês das chuvas… de meteoros? A chuva de meteoros Lyrids é já no dia 21 de abril. Troque o guarda chuva pelos binóculos.Sunday, April 14

Por National Geographic
Lyrids no céu

Entre os dias 21 e 22 de abril será possível assistir ao pico da chuva de meteoros Lyrids, cujo nome deriva da aproximação à constelação de Lira, situada no hemisfério celestial norte. Este será o fenómeno astronómico deste mês.

Esta manifestação teve origem a partir dos detritos e partículas de poeira do cometa Thatcher (C/1861 G1), que serão levados do nosso planeta pela força da gravidade e irão brilhar ao cruzar a nossa atmosfera – causado pela produção de bolas de fogo (fireballs).

As Lyrids são tão interessantes – e famosas entre os maiores fãs da astronomia - pois são raras e imprevisíveis. Por isso, agarre os binóculos e um casaco quente e encontre um local mais escuro para observar este fenómeno astronómico.

Uma vez que abril é o mês da chuva e da astrologia, seremos presenteados não só com esta pequena chuva de meteoros, mas também com uma série de eventos astronómicos que o farão estar de olhos postos nas estrelas.

Observação em grupo.

CIÊNCIA VIVA E AO VIVO

O Planetário do Porto reserva vários eventos para o mês de abril, entre elas formações gratuitas na área da astronomia, para o público em geral, escolas e até formadores.

No dia 6 de abril o Centro de Ciência Viva irá desenvolver mais uma ação de formação gratuita de curta duração, desta vez, com o tema “Exoplanetas”, destinada a professores de Matemática, Físico e Química, Biologia, Geologia e Informática.

Dinamizada por astrónomos profissionais, este evento pretende desenvolver conceitos básicos e técnicas de deteção de planetas extrassolares mais comuns, recorrendo a dados científicos autênticos, e, ainda, dar oportunidade aos participantes de interagirem com astrónomos profissionais como Ricardo Reis, João Camacho ou Luisa Serrano.

Na 2.ª quinta-feira de cada mês, todas as noites, o Planetário do Porto recebe inúmeros participantes para o ciclo de observação astronómica “Mais Perto das Estrelas”.

Durante 1h50, pode fazer parte desta atividade, que se tem vindo a realizar desde 2000, para assistir a uma breve demonstração no interior da cúpula do planetários e observar o céu com telescópios fornecidos pelo espaço, no final da demonstração.

Apesar de ser um evento gratuito, o “Mais perto das Estrelas” obriga a uma inscrição prévia que pode fazer consultando as informações disponíveis no website do Planetário do Porto.

 

Exposição. Representação do universo.

UM CÉU PARA TODOS

O Observatório Astronómico de Lisboa (OAL) proporciona aos visitantes visitas guiadas e sessões privadas de observação astronómica.

Nas visitas guiadas gratuitas, em grupos organizados ou de forma individual, poderá percorrer as diversas salas do Edifício Central do Observatório e reviver a história da astronomia nos últimos dois séculos, observando, por exemplo, instrumentos científicos usados durante o século XIX. Cada visita tem a duração de 60 minutos e deve ser reservada antecipadamente através do email ou contacto telefónico, disponíveis no website da OAL.

As sessões noturnas de observação astronómica são acompanhadas por astrofísicos, professores, investigadores e estudantes de astronímia e são dirigidas a turmas, grupos de docentes, famílias ou empresas.

Com o objetivo de estimular nos visitantes o interesse pela astronomia, as sessões de observação são dinamizadas de forma interativa. Pretendem que cada participante consiga observar o céu – com ou sem recurso a equipamentos -, constelações, estrelas, planetas e meteoros.

Cada sessão privada tem um custo e condições singulares e devem ser reservadas com uma antecedência mínima de 2 semanas.

 

Imagem artística de uma Super-Terra em órbita de uma estrela anã vermelha.

DAS ESTRELAS NO CÉU AO NOSSO LUGAR NO UNIVERSO

Para quem é ou está a pensar em fazer uma visita aos Açores, também existem vários eventos dedicados aos fenómenos astronómicos, que não vai mesmo querer perder.

O Observatório Astronómico de Santana – Açores (OASA) inaugura a sua nova exposição permanente no dia 19 de abril, com o título “Um Ponto no Espaço”.

Esta exposição desperta a atenção do público mais curioso por temas de Astronomia, de exploração espacial e da origem da humanidade, e oferece informação simples e direta através de soluções de multimédia com uma forte componente visual e interativa.

Para além desta exposição, nas primeiras sextas-feiras de cada mês, o Observatório encontra-se aberto, entre as 21h e as 23h, para receber todos aqueles que pretendam fazer uma observação noturna. Uma verdadeira experiência astronómica que conta com o apoio de telescópios apontados para o céu e várias atividades preparadas – desde exposições, filmes, experimentação de módulos, entre outras - para usufruir de uma noite de observação única e inesquecível.

 

Dê início ao mês de abril de uma forma original e astronómica!

 

Continuar a Ler