A Nossa Causa

The Spark – Histórias Inspiradoras dos Nossos Exploradores

Conheça algumas histórias dos exploradores da National Geographic e descubra como iniciaram as suas missões inspiradoras. Quinta-feira, 21 Fevereiro

Por National Geographic

Ao longo de 130 anos, a National Geographic distingue-se por desafiar, proteger e inspirar a humanidade a ir mais além. Desde 1888 atribuímos mais de 13 mil bolsas nos campos da conservação, educação, investigação, escrita e tecnologia. Através da sua paixão, persistência, curiosidade e dedicação, os nossos exploradores contribuem para o conhecimento do planeta e criam soluções para um futuro mais sustentável.

The Spark é um conjunto de histórias de superação que nos revelam a motivação de alguns dos exploradores da National Geographic. A curiosidade, persistência e exploração estão acessíveis a todos e as barreiras são ultrapassáveis - podemos aceitá-las ou ter a ousadia de as enfrentar. Um explorador é qualquer pessoa que identifique esses limites e os leve mais além. Esta pode ser a sua história.

 

DESCUBRA AS HISTÓRIAS DOS NOSSOS EXPLORADORES:

Albert Lin é filósofo, engenheiro, artista, cientista, surfista, humanitário, pioneiro, aventureiro, viajante, sonhador, inovador e pai. Os seus pais ensinaram-lhe que o estímulo de cada um deve partir da sua paixão e curiosidade, por isso, depois de se licenciar, seguiu o seu sonho. Comprou um bilhete para a Mongólia com o intuito de encontrar as raízes da sua humanidade e ficou obcecado com a história de Gengis Khan, um homem que mudou o mundo por acreditar que conseguia. Quanto mais explorava, mais compreendia que o que procurava estava no espírito e costumes das pessoas de quem estava rodeado.

Contudo, há cerca de um ano, o cientista teve de repensar a sua vida quando perdeu uma perna na sequência de um acidente violento. Escolheu tornar-se biónico e nesse momento, todos os seus esforços passados fizeram sentido. A mensagem de Gengis Khan incentivou-o a enfrentar o desconhecido e a dar o primeiro passo, escolhendo uma nova realidade. Todos temos o poder para encarar os limites da vida e aventurar-nos em desafios desconhecidos. Esta também pode ser a sua história.

 

Asha De Vos é bióloga, influenciadora, investigadora, conservacionista, oradora, fotógrafa e tem uma forte relação com a água. É apaixonada e atraída pelo oceano desde que se lembra – em criança sonhava ter superpoderes que lhe permitissem desvendar os mistérios marinhos. Não tinha dúvidas que ambicionava ser bióloga marinha, mas tinha dificuldade em visualizar-se como tal, por viver no Sri Lanka, um país em que os biólogos marinhos são raros.

Os seus pais deram-lhe força para acreditar que conseguia fazer tudo aquilo a que se entregasse, encorajando-a a perseguir a sua paixão. Por nunca lhe terem imposto limites, sentia-se livre e sem constrangimentos. Em 2008, aliada à sua paixão e perseverança, lançou o Blue Whale Project no Sri Lanka. Atualmente, a bióloga considera que tem dois superpoderes: visibilidade e vulnerabilidade, através dos quais pretende incentivar outras pessoas a salvarem os oceanos. Cada linha de costa precisa de um herói local e cada um de nós pode ser esse herói.

 

David Lang é empreendedor, marinheiro, criador, visionário, orador, designer, cientista e nunca sonhou ser explorador. Sentindo que tinha de se desafiar a ir mais além, o antigo analista financeiro largou um percurso seguro para procurar a liberdade que lhe faltava.

Uma gruta subaquática, teoricamente cheia de ouro, levou-o a construir um robô submarino numa garagem. Sem nunca ter sido fã de tecnologia, de repente, descobriu um novo mundo. Procurou ajuda na internet e recebeu respostas de toda a parte, construindo algo incrível com o apoio de muitas pessoas.

Há um limite à volta daquilo que os humanos consideram ser verdadeiro e possível, mas para David Lang, um explorador é qualquer pessoa que encontre esse limite e o leve mais além. Seguindo a sua curiosidade, conseguiu criar uma comunidade global com os exploradores marinhos mais improváveis. Não encontrou ouro na gruta, mas descobriu algo muito valioso: a exploração não está reservada a pessoas especiais, a exploração está acessível a todos e esta também pode ser a sua história.

 

A exploração acontece graças a si e Por Sua Causa, A Nossa Existe. Graças ao seu contributo, conseguimos apoiar projetos ambiciosos nas áreas da ciência, exploração e conservação. Quando lê, assiste, compra ou viaja connosco, está a apoiar o trabalho dos nossos cientistas, exploradores e educadores em todo o mundo. Obrigado por nos ajudar a contribuir para um planeta mais sustentável.

 

Continuar a Ler