Tirar Fotografias em Casa Como Um Fotógrafo National Geographic

Embarque com as crianças numa aventura caseira com estas dicas de fotógrafos profissionais.

Tuesday, May 5, 2020,
Por National Geographic Staff
Irmãs, Santa Barbara

Seja para fotografar entes queridos, animais de estimação ou estranhos, antecipar o momento é crucial para captar a personalidade, a emoção ou o caráter do tema que se fotografa. Certifique-se de que, quando sair de casa para fazer uma sessão de fotografia, pratica o distanciamento social e segue todas as orientações das autoridades locais.

Fotografia de CATHERINE KARNOW, NATIONAL GEOGRAPHIC

Mesmo que esteja confinado em casa, a sua família pode usar as técnicas que os fotógrafos da National Geographic usam para explorar ou documentar o quintal, a casa ou até o quarto.

Estar no lugar certo, no momento certo e ter acesso privilegiado à família é o objetivo da fotografia em casa. Para além disso, os lugares familiares podem parecer tão exóticos quanto uma selva ou um cume elevado quando os observamos de outra perspetiva, que é exatamente o que os fotógrafos profissionais fazem quando estão a trabalhar. “As coisas que nos parecem completamente vulgares são, de facto, um olhar sobre a vida cultural do nosso mundo”, diz Catherine Karnow, fotógrafa da National Geographic.

A única coisa necessária para começar a fotografar é um telemóvel com câmara. Depois, basta pedir às crianças que pensem cuidadosamente sobre o que cada membro da família gosta de fazer. Há alguém que gosta de fazer puzzles? Cozinhar? Ou alguém que gosta de dançar como se fosse uma estrela de K-pop?

Vendo bem as coisas, estes momentos de intimidade não vão durar para sempre. Use as dicas de fotografia dos especialistas da National Geographic para aproveitar estas oportunidades agora – e para usar no futuro, quando pudermos todos voltar a explorar o mundo sem restrições.

Pense fora da caixa
Incentive os seus filhos a fotografar uma variedade de imagens. Capte a paisagem do seu jardim, mas também um detalhe arquitetónico, como um corrimão ou uma escada. Tire uma fotografia de um membro da sua família parado, mas também quando essa pessoa está a fazer uma atividade, como arrumar a loiça ou andar de bicicleta. E fotografe em momentos diferentes do dia: de manhã cedo, ao meio-dia, durante o anoitecer. A galeria resultante pode criar um retrato coeso e diversificado do seu bairro ou da sua vida caseira.

Tire partido do mau tempo
Está um dia nublado? Não guarde a câmara. “Em vez de desejar um dia ensolarado e um clima agradável”, observe a forma como a neblina e o nevoeiro podem ser eficazes para transmitir emoções, sobretudo nostalgia”, diz Karnow.

E se estiver a chover? Também não há problema. Aguarde até que pare de chover e depois pode sair. “Procure uma poça de água. Aproxime-se da superfície da água (a uns centímetros de distância) e verá que tem reflexos maravilhosos para trabalhar”, diz Jim Richardson, fotógrafo da National Geographic.

Aguarde e observe

Focar uma característica distinta do seu animal de estimação pode ter um impacto enorme.

Fotografia de DOUGLAS M. PAINE, YOUR SHOT

Quando se trata de animais de estimação muito ativos, aconselhe as crianças a serem pacientes e diga-lhes para prestarem atenção ao que querem fotografar. “Os animais costumam ter momentos em que fazem um determinado movimento, depois param e, muitas vezes, repetem esse mesmo movimento”, diz Richardson. “Aprenda a ler estes momentos e prepare-se para fotografar quando isto acontecer.” Quando fotografa um animal de estimação, aproxime-se, mantenha um ângulo baixo e fotografe com um plano de fundo simples.

Procure a hora dourada

A melhor luz para fotografar surge ao início do dia e durante o crepúsculo.

Fotografia de CATHERINE KARNOW

Já reparou que as divisões da sua casa parecem diferentes com o raiar do dia? E já reparou na forma como a luz entra pela janela exatamente antes do sol se pôr? “A este momento chamamos 'hora dourada', porque nesse ângulo o sol faz com que tudo pareça dourado”, diz Maura Friedman, editora de fotografia da National Geographic Travel. É um ótimo momento para as crianças explorarem a casa e as redondezas com uma câmara – mesmo que isso signifique acordar um pouco mais cedo do que o habitual, ou alterar a hora do jantar.

Planeie o retrato perfeito

Quando fotografar bebés, procure detalhes mais aproximados. Experimente encher o plano com uma mão, um pé ou com um tufo de cabelo.

Fotografia de PAUL DAMIEN, NATIONAL GEOGRAPHIC

Não é necessário usar um flash para conseguir uma boa fotografia de um membro da sua família. Se posicionar o seu sujeito perto de uma janela, basta usar a luz natural. As cortinas da janela podem ajudar a suavizar a luz do sol.

Diga às crianças para procurarem detalhes particulares sobre os sujeitos que querem fotografar. A irmã toca piano? Diga-lhes para se concentrarem nas suas mãos. Ou há alguém que participa em maratonas? Observe os pés. A abstração diz muito sobre um indivíduo. Quando fotografa bebés, procure detalhes mais aproximados. Experimente encher o plano com uma mão, um pé ou com um tufo de cabelo.

Se estiver a fazer uma fotografia de grupo, tire várias fotografias para se assegurar que consegue uma imagem onde ninguém fica com os olhos fechados

Procure ângulos elevados ou rasteiros

Estar no lugar certo, no momento certo e ter acesso privilegiado à família é o objetivo da fotografia em casa.

Fotografia de JENNIFER PARKER, YOUR SHOT

“Coloque a sua câmara num local único que proporcione uma perspetiva diferente, útil ou curiosa”, sugere Richardson. Peça às crianças para procurarem um ângulo elevado, como uma varanda, o ramo de uma árvore ou uma escada. E também podem conseguir imagens interessantes se segurarem a câmara sobre as suas cabeças. (Este ângulo chama-se “Ave Maria” e é frequentemente usado pelos fotógrafos que tentam captar uma fotografia por cima das cabeças de pessoas numa multidão.)

Por outro lado, também pode colocar a câmara no chão, virada ligeiramente para cima, e fotografar. Também pode colocar a câmara debaixo de objetos e virá-la para cima, para fotografar a parte debaixo de uma mesa ou um ramo de flores
 

Não pare de fotografar ao final do dia

Faça com que a lua fique mais interessante fotografando-a com um objeto em primeiro plano, ou perto do horizonte.

Fotografia de BLUEBONNETS67, MYSHOT

Fique atento às coisas que pode fotografar quando anoitece. Todas as pessoas gostam de ver o pôr do sol, mas para o fotografar, “não basta ter um bom céu”, diz Karnow. “Precisamos de ter um elemento na cena que a torne interessante e que lhe confira uma sensação de lugar.”

E da próxima vez que estiver lua cheia, peça às crianças para documentarem o momento. Mas não use o zoom da câmara, pois isso diminui a qualidade da imagem. “Tire uma fotografia e depois aumente o zoom para cortar ou ampliar detalhes”, diz Michael Christopher Brown, fotógrafo da National Geographic. “Idealmente, o telemóvel deve estar estabilizado.” Quando se fotografa uma coisa tão distante, as pequenas vibrações na câmara podem reduzir drasticamente a qualidade da imagem. Se não tiver um tripé disponível, pode colocar o telemóvel ou a câmara numa superfície sólida, como o parapeito de uma janela, para garantir a estabilidade da exposição.
 

Este artigo foi publicado originalmente em inglês no site nationalgeographic.com

Continuar a Ler