Fotografia

Como as Mulheres Fotógrafas Acedem a Mundos Escondidos dos Homens

Pedimos às fotógrafas da National Geographic para refletirem sobre a forma como o género influencia o seu trabalho. Terça-feira, 19 Março

Por Nina Strochlic

Existem benefícios para fotógrafos que sejam mulheres: são bem vindas em mundos secretos, convidadas a entrar nas casas das pessoas, e são confiadas com os temas mais delicados. Mas também existem desvantagens: as lutas para serem levadas a sério numa indústria dominada pelos homens, as situações perigosas e imprevisíveis, e os estereótipos sobre até onde é que as mulheres devem ir e os tópicos que devem abordar. Pedimos às fotógrafas da National Geographic de todo o mundo para partilharem as suas memórias, para refletirem sobre a forma como o género está interligado com o seu trabalho, sobre as oportunidades para as mulheres mais jovens que querem seguir os seus passos e sobre o futuro da sua área. Elas mostraram-nos as suas fotografias favoritas de mulheres – uma jovem falcoeira na Mongólia (acima), uma motociclista saudita, uma gueixa japonesa a fazer uma pausa para fumar – e contaram-nos as histórias dos bastidores. Também nos disseram que se sentem otimistas em relação às mudanças no status quo, graças àquelas que lutaram durante décadas para serem levadas a sério. “Durante muito tempo, olhámos predominantemente para o mundo através da experiência e da visão dos fotógrafos masculinos”, diz a fotógrafa Daniella Zalcman. “Agora, isso está a mudar cada vez mais depressa – já era sem tempo.” Eis as suas palavras e fotografias.

Este artigo foi publicado originalmente em inglês no site nationalgeographic.com

Continuar a Ler