Como São as Tradições de Natal Nestes Países?

O “White Chistmas” é um sonho de muitos, mas em alguns países do mundo vivem-se tradições de Natal bem diferentes. Conheça o Natal nestes sítios.

Thursday, December 12, 2019,
Por National Geographic
Second Avenue, a principal rua comercial de Fairbanks
Second Avenue, a principal rua comercial de Fairbanks, no Alasca, com decorações de Natal que iluminam a rua. Na véspera de Natal estavam 40 graus abaixo de zero.
Fotografia de W. Robert Moore/National Geographic Creative

O Natal começou com uma tradição cristã, mas rapidamente se difundiu por países que não são tradicionalmente cristãos. As tradições de Natal mudaram e continuam em mudança, tendo como centro o Menino Jesus recém nascido, o São Nicolau que mais tarde se tornou Pai-Natal (ou Avô Natal, em alguns países), duendes malandros a quem se oferece bolachas, ou outros que tais.

Conheça as tradições de Natal nos seguintes países:

Angola
Em Angola, cerca de 50% das pessoas são católicas pelo que é natural celebrar-se um Natal cristão – isto é, celebrando o nascimento de Cristo. E se pensa que por não estar frio nem nevar o Natal tem um sabor diferente, desengane-se! O Natal em Angola é muito dedicado à família, que se reúne e faz uma grande festa com uma ceia a condizer. Os pratos lembram um pouco os portugueses, como bacalhau, cabrito assado ou peru, mas incluem também influências angolanas – muitos vegetais, mandioca, arroz e galinha. As decorações incluem presépios, árvores decoradas com frutos, luzes coloridas, Pais-Natal e até neve fingida! É costume trocar-se presentes ou pequenas lembranças entre familiares. Quanto a doces, há diversos bolos e pudins, mas o bolo-rei, esse, não falta!

Brasil
As tradições de Natal no Brasil, não são especialmente diferentes, com a exceção de que o Natal é durante o verão! Assim, e com a grande variedade de frutas tropicais, os pratos natalícios brasileiros incluem muitas frutas, seja nas sobremesas ou nos principais. A ceia de Natal, farta, inclui tender (uma espécie de fiambre), chester (um tipo de frango proveniente da Escócia), lombo, cordeiro, peru ou bacalhau, com arroz, farofa ou salada de batata a acompanhar. As sobremesas passam pelas rabanadas, pelo panetone, pelo pudim, entre muitas outras doçarias deliciosas, e os brindes são feitos com champanhe e ponche de frutas. Se passar o Natal no Brasil reparará que as decorações são semelhantes às nossas, com presépios, pinheiros enfeitados, luzes coloridas e “Papais-Noel”.

Austrália
E se no Brasil as tradições de Natal se desenrolam no verão, na Austrália incluem ainda Pais-Natal a fazer surf! No meio do verão australiano as ruas enchem-se de decorações natalícias e neve artificial. Os australianos, que no Natal comem maioritariamente refeições frias – como fiambre, peru assado, mariscos e saladas – têm por hábito visitar amigos no dia 26 de dezembro, o Boxing Day, ou fazer churrascos na praia. Os doces são bem doces, com bolachas de gengibre, mince pies (empadinhas doces), christmas pudding (um bolo-pudim feito com frutos secos) ou a famosa pavlova. E, apesar do calor, o eggnogg nunca falta!

Do São Nicolau ao Pai Natal, sabe quais as origens do Senhor Santa Claus?

Japão
Para quem está habituado a um Natal português, as tradições de Natal no Japão serão de certeza as mais 'exóticas' nesta lista – é que não tendo o Japão uma tradição cristã, este dia nem sequer é um feriado nacional. Na verdade, a noite de 24 de dezembro é uma espécie de dia dos namorados, e desde os anos 70 tornou-se tradição jantar num restaurante da cadeia americana KFC – e há cidades onde é preciso reservar um lugar com meses de antecedência. No entanto, nos últimos anos tem crescido a tradição das luzes de Natal, bem como os pinheiros enfeitados e até o Pai-Natal. Os presentes, esses, são trocados entre namorados ou pretendentes, mas não entre as famílias, que se reúnem apenas na noite de passagem de ano.

Portugal
E apesar de Portugal ser um país bem pequeno quando comparado com os territórios acima, as tradições de Natal podem variar bastante entre o norte e o sul, e ainda ter influência do país vizinho. Nas casas portuguesas há um presépio ou uma árvore de Natal, ou ambos. As luzes, velas e meias na lareira também são comuns. A ceia de Natal em Portugal varia geograficamente: há peru assado, cozido de bacalhau, polvo com pimentão ou ainda o antigo galo assado, no Algarve. Os doces são os clássicos, como rabanadas, sonhos, filhós, pastéis de gila, a aletria ou os bolinhos de jerimu. Algumas famílias ainda assistem à Missa do Galo, à meia-noite na véspera de Natal, outras passam a noite com a família. A troca de presentes acontece à meia-noite no dia 24, mas há ainda quem prefira uma visita noturna do Pai Natal ou do Menino Jesus, e abra os presentes no dia 25 de manhã, como mandava a tradição mais antiga. O dia de Natal em si é dia de “roupa velha”, seja de bacalhau, de peru, ou do que tiver sido a ceia de Consoada – mas também há quem faça neste almoço pratos como peru recheado. Mas, como em várias partes do mundo, o Natal português é dedicado à família e aos amigos. Um brinde com vinho do Porto e uvas passas não falta numa reunião de amigos.

Conhece a história das tradições de Natal em Portugal?

Quais são as suas tradições de Natal? Desejamos-lhe umas boas festas, qualquer que seja a sua tradição, rodeado de família e amigos!

Continuar a Ler