Rijomax: o Relógio Mais Completo e Exótico do Mundo Está em Portugal

Tabuaço é a montra do relógio mais completo do mundo. Rijomax é o nome do relógio que demorou mais de 28 anos a ser construído.terça-feira, 10 de março de 2020

Por National Geographic

Rijomax é o mais complexo, exótico, insólito e completo relógio que demorou mais de vinte e oito anos, perfeitos em cerca de dezasseis mil horas de trabalho, para ser construído. Por todas as particularidades que o caracterizam, Rijomax deixa qualquer um perplexo.

Do sonho à obra, nasce o Rijomax
Amândio José Ribeiro, natural do concelho de Pinhel, é o rosto por trás da célere obra que tinha múltiplas funções. Com mais de dezasseis algarismos e letras, indicava os movimentos do sol e da lua. Marcava também os segundos, os minutos, as horas, a hora universal, a hora lunar, os anos bissextos, o nascer e o pôr do sol. Mais ainda, o tempo dos dias e das noites diariamente, as estações do ano, os signos e os dias dos signos, bem como, as datas das fases da lua.

Como se não bastasse, Rijomax indicava ainda os números do Ciclo Solar, do Número Áureo, da Epacta, Letra Dominical, as eras Cronológicas, os dias da era de Cristo e os séculos. Assinalava, por fim, os feriados, os dias Santos e as festas móveis.

Faziam parte das suas ferramentas extra o barómetro e termómetro e o mostrador dos pontos cardeais. Despertava com música à escolha, tinha campainha e acendia, também, a luz a toda a hora desejada. Contava as horas, corrigindo a diferença horária existente entre o calendário gregoriano em uso no Mundo Ocidental e o tempo solar, fazia uma oração em vocábulo religioso, sem esquecer o acerto da hora para os vários pontos do globo.

Com o relógio era também possível saber sobre os eventos mais marcantes a nível nacional e internacional, como a data em que foi realizado o primeiro voo de aviação, a construção do primeiro telefone sem fios, assim como o rádio gravador e o detetor de chamadas.

O relógio mais completo e insólito do mundo
A obra de relojoaria foi um sonho do seu criador, que desde criança sonhava construir o relógio mais completo do mundo. Tem a capacidade para desenvolver 34 funções através de todos os seus componentes, podendo funcionar durante milhares de anos, com margens de erro mínimas.

Dividido por quatro armários, Rijomax pesa mais de 150 quilos e tem mais de 2 metros de altura. Construído entre os anos de 1945 e 1973, entrou no Guinness Book of Records com a patente número 12931.

Da morte do criador à paragem do Rijomax
O nome Rijomax vem do acrónimo de Amândio José Ribeiro e, em cima do nome gravado no relógio, encontra-se “Aruasi”, acrónimo também, do nome da sua esposa Isaura.

Todos os conhecimentos para a construção do Rijomax foram adquiridos através de livros e de observação direta, pelo auxílio de material rudimentar, como recortes de jornais, revistas, entre outros. Nem mesmo a esposa de Amândio tinha conhecimento do projeto, que foi desenvolvido em total segredo.

Obra de arte de interesse mundial
Vários foram os relojoeiros de todo o mundo que tentaram contactar Amândio, que se tornou uma espécie de Gaudí dos relógios, com o objetivo de comprarem esta peça de arte. Contudo, o mesmo nunca se desfez do Rijomax.

Mais tarde, foi vendido ainda por Amândio José Ribeiro à Câmara Municipal de Tabuaço, que considerou o Rijomax como obra que deveria integrar o Património do Concelho. Ali permanece exposto e pode hoje ser visitado, na loja interativa de Turismo de Tabuaço, no distrito de Viseu.

Para os mais curiosos, a história que outrora foi contada na primeira pessoa, gravada numa fita pelo próprio Mestre, “porque já a contei tantas vezes que, achei melhor fazer uma gravação. É também mais engraçado, parece que é o Rijomax que a conta”, está agora disponível em versão de um folheto.

O objetivo da autarquia é de voltar a colocar o Rijomax a funcionar. Embora já tenham recebido vários peritos em relojoaria, nomeadamente da Suíça, ainda ninguém conseguiu descobrir como colocar esta obra genial, uma espécie de almanaque vivo, a trabalhar novamente.

Continuar a Ler