Meio Ambiente

E Se De Repente Crescessem Milhares de Flores Num Dos Lugares Mais Áridos do Planeta?

O deserto de Atacama no Chile é tão árido que algumas zonas nunca registaram queda de chuva.quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Por Sarah Gibbens
Um Surto de Flores Cresce Num dos Lugares Mais Desertos do Planeta
Um Surto de Flores Cresce Num dos Lugares Mais Desertos do Planeta

Uma das regiões mais áridas do planeta transformou-se praticamente de um dia para o outro, passando de um deserto a um belo jardim de muitas cores. Tal explica-se pela queda de chuva intensa em meados de agosto que deu origem à florescência de milhares de flores. 

Este fenómeno periódico no deserto de Atacama no Chile é localmente conhecido como desierto florido (deserto florido). E apesar de, normalmente, só acontecer a cada cinco a sete anos, esta florescência surge, na realidade, após a superflorescência registada em 2015. 

Funcionários de turismo afirmaram à BBC que é possível que surjam mais flores nas próximas semanas, porque algumas espécies germinam mais tarde que outras. Mais de 200 diferentes tipos de flores podem ser encontrados no deserto. 

As superflorescências não são exclusivas de Atacama. Ocorrem em desertos que incluem uma grande quantidade de flores denominadas perenes (e, por vezes, denominadas, efémeras). As florescências, embora sejam extraordinárias, são carateristicamente de curta duração, devido ao duro ambiente do deserto.

As sementes nas perenes do deserto ficam, normalmente, adormecidas durante meses ou anos, vivas, mas ocultas. Só quando a água da chuva limpa a camada protetora das suas sementes é que começam a germinar. No início da primavera, o Chile registou a queda criando assim as condições perfeitas para uma florescência não esperada durante mais alguns anos. 

Os desertos nos EUA também já registaram superflorescências. Em março, o Parque Estatal do Deserto de Anza-Borrego, no sudeste da Califórnia, viu os seus montes normalmente acastanhados ficarem repletos de cor. O Vale da Morte (“Death Valley”) na Califórnia, um dos locais mais quentes do Planeta, também regista as superflorescências. 

Quanto ao deserto de Atacama, a ocorrência de uma florescência é particularmente rara. A zona do deserto estende-se durante cerca de 1500 quilómetros ao longo da costa noroeste do Chile. É tão árida que, em algumas regiões, nunca se registou a queda de chuva. Plantas como as perenes e as suculentas só se encontram normalmente em bacias onde alguma água se acumula, mas a maioria do deserto de Atacama é tão árido que poucas plantas, animais ou até mesmo bactérias vivem no mesmo.

Continuar a Ler