De Olhos Postos no Oceano

É no mês de junho que se comemora o Dia Mundial dos Oceanos. Vamos aproveitar para dar atenção à sua importância para Portugal?Wednesday, June 5, 2019

Por National Geographic
Veleiros competem uns contra os outros no Cabo da Roca.

Os oceanos constituem cerca de dois terços da superfície da Terra, representando, deste modo, um papel bastante significativo para o bem-estar da Humanidade, para a fauna e a flora do nosso planeta, bem como para as condições atmosféricas. São o principal regulador térmico do planeta, na medida em que são responsáveis pela absorção de mais de um quarto de dióxido de carbono emitido pelos humanos. São o habitat de inúmeras espécies animais e uma fonte de energia, oxigénio, alimento e outros recursos, para os seres humanos.

Portugal e os oceanos
Portugal esteve, desde sempre, ligado aos mares e oceanos do mundo, nomeadamente na época dos descobrimentos marítimos. Os oceanos representam um papel muito importante na economia e desenvolvimento do nosso país por constituírem uma fonte de recursos como energia fóssil e renovável ou alimentos – que são utilizados “dentro de portas” e exportados para outros países -, por possibilitar o transporte de pessoas e mercadorias, favorecer o turismo, investigações científicas e outros fatores. Para além disso, 76% dos portugueses residem nas áreas costeiras do país, muitos deles, dependem do mar para sobreviver – como os pescadores locais.  A título de exemplo, a pesca é uma das principais atividades económicas do país e a sua frota pesqueira é a 4.ª maior da União Europeia.

A propensão marítima de Portugal origina oportunidades que posicionam favoravelmente o país no quadro europeu e internacional, tendo impactos diretos em áreas como a Defesa, a Economia e as Relações Internacionais. Podemos, então, afirmar que os oceanos são um promotor do desenvolvimento e da economia portuguesa.

A neblina cobre as colinas ao longo de Icy Strait (Alasca), onde um barco pesca salmão.

Dia Mundial dos Oceanos
O Dia Mundial dos Oceanos é celebrado anualmente a 8 de junho. Esta comemoração teve início após a Conferência da ONU sobre o Ambiente e Desenvolvimento, realizada no Brasil, em 1992. Mais tarde, em 2008, as Nações Unidas definiram o dia 8 de junho como sendo a data oficial dos oceanos.

Todos os anos, é atribuído um tema central pelas Nações Unidas, a partir do qual se desenvolvem várias conferências, atividades e debates sobre projetos e inovações para preservar e proteger os oceanos. Em 2018, o tema escolhido foi “Oceanos - Sensibilizar para agir, proteger para valorizar". Este ano, o tema que marca o Dia Mundial dos Oceanos é “Género e Oceanos”, com o intuito de sensibilizar a população para a importância da igualdade de género para uma conservação eficaz e o uso sustentável dos oceanos, mares e recursos marinhos. Num vídeo que partilharam, as Nações Unidas afirmam que “há pouca informação, dados e pesquisas sobre esses assuntos. É necessária uma ação conjunta para a igualdade de género e o empoderamento de mulheres e meninas em todos os setores relacionados aos oceanos para que possamos alcançar o #ODS5, que pretende alcançar a igualdade de género e empoderar todas as mulheres e meninas, até 2030.”

Continuar a Ler