26 Imagens que captam a devastação das alterações climáticas – e esperança para o futuro

À medida que a conferência sobre alterações climáticas COP26 acontece, nunca houve um momento tão crítico para as nações pressionarem por mudanças – e nunca houve tantas ferramentas para o fazer. Estas fotografias captam tudo isso.
Fotografia de MARK THIESSEN, NATIONAL GEOGRAPHIC IMAGE COLLECTION
Publicado 2/11/2021, 10:04

As imagens poderosas podem chocar e assustar. Podem atrair ou fazer com que nos afastemos. Qualquer que seja a linha da frente para a qual a objetiva está apontada – quer seja guerra, pobreza, doença ou qualquer situação extrema – as imagens resultantes são testemunhas de alguns dos eventos mais marcantes da história moderna. A fotografia é uma moeda de troca que pode condenar ou validar. Pode inspirar e motivar. A fotografia lembra-nos das duras realidades muito tempo depois de as memórias se desvanecerem.

Em suma, as imagens podem mudar o mundo. E à medida que os povos do nosso planeta aceitam a realidade das alterações climáticas, nunca foi tão urgente mudar.

(Relacionado: O que é a COP26 – e por que razão é tão importante?)

Algumas imagens têm um impacto instantâneo, como a imagem do fotógrafo David Doubilet que mostra os efeitos de uma década de acidificação e subida das temperaturas num afloramento de coral, na Grande Barreira de Coral, com uma fotografia mais antiga em justaposição. Apesar de impressa, as cores vibrantes da fotografia contrastam de forma impressionante com o coral real.

Depois temos as montanhas de roupa descartada numa fábrica de processamento em Itália, com dois humanos a servir de escala – uma estilista e uma modelo – no canto inferior da imagem. Esta fotografia, de Luca Locatelli, foi usada pela National Geographic para destacar o lixo colossal que é gerado pela indústria da moda e a vida útil desnecessariamente curta de um produto que frequentemente tem efeitos negativos no ambiente.

Tal como acontece com a própria emergência climática, o poder de algumas imagens nem sempre é apreciado de imediato. Por vezes, são as subtilezas que nem sempre são óbvias que emanam uma verdade mais preocupante. A imagem majestosa de Newsha Tavakolian do lago Urmia no Irão, por exemplo, podia ser uma cena de um deserto ou de qualquer mar interior – até que percebemos que o lago perdeu 90% do seu volume em poucas décadas.

(Relacionado: Estas fotografias mostram os momentos marcantes da história que moldaram 2020.)

As imagens de Matthieu Paley de crianças a brincar nas águas do rio Yamuna em Deli podiam ser consideradas normais, não fossem os detalhes omnipresentes: o lixo acumulado nas margens sujas onde as crianças recolhem itens para vender. A fotografia aérea de David Guttenfelder da praia de Sunny Isles em Miami também permite ver os detalhes densos da faixa urbana a poucos metros do mar – e apreciar como a faixa costeira é delicada contra a imensidão de um Atlântico cada vez mais tempestuoso.

Porém, no meio destas contrariedades também há esperança. Há imagens inspiradoras que mostram que a mudança não só é possível, como já está a acontecer – e que temos a engenhosidade e a capacidade de fazer a diferença. A natureza é resiliente e, dada a oportunidade, consegue recuperar. Os exemplos englobam a vegetação pantanosa na areia de uma praia em Kiribati, um cientista que cultiva plantas de bioengenharia numa estufa alimentada por energia vulcânica ou o incinerador de Copenhaga, que gera energia enquanto processa resíduos – e também funciona como pista de esqui, parede de escalada e pista de atletismo.

Conforme a COP26 – a conferência global da ONU sobre alterações climáticas – se desenrola, o mundo faz um balanço sobre os efeitos inegáveis das alterações climáticas. Contudo, no rescaldo da pandemia de COVID-19, os cidadãos estão agora mais conscientes do que nunca de que a ação coletiva pode suscitar mudanças globais dramáticas.

Por vezes, basta uma imagem, mas na maioria das vezes precisamos de uma série de fotografias que nos mostrem o que está em jogo, o que está a acontecer e, mais importante ainda, o que podemos fazer em relação a isso.

Este artigo foi publicado originalmente em inglês no site nationalgeographic.co.uk

A National Geographic está empenhada em incentivar ações positivas a nível individual para ajudar a mitigar as alterações climáticas. No período em que decorre a COP26, descubra outros hábitos para viver de uma forma mais leve e sustentável no planeta.

Continuar a Ler

Também lhe poderá interessar

Meio Ambiente
Portugal promete proteger 30% da terra e do mar até 2030
Meio Ambiente
Uma visão para o planeta: 15 ideias disputam o prémio ambiental mais prestigiado da história
Meio Ambiente
Uma Lista em Atualização de Como Trump Está a Mudar o Ambiente
Meio Ambiente
Aquecimento Branqueia Dois Terços da Grande Barreira de Coral
Meio Ambiente
Começa em Casa: Reduzir o consumo de energia

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio Ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem e aventuras
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeos

Sobre nós

Inscrição

  • Revista
  • Registrar
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2017 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados