O segundo dia do National Geographic Summit 2018 foi para aprender.

A manhã foi dedicada à visita de algumas escolas e, à tarde, uma Masterclass sobre Storytelling com Will Storr.

Monday, April 16, 2018,
Por National Geographic
Alunos das escolas presentes no National Geographic Summit 2018
Alunos das escolas presentes no National Geographic Summit 2018

O segundo dia do National Geographic Summit 2018 teve três partes distintas: da parte da manhã uma Sessão Especial para Escolas com Terry Virts e, à tarde, uma Masterclass Exclusiva de Storytelling com Will Storr, e uma Sessão Especial "FameLab" com a British Council.

Numa sessão aberta para escolas, a parte da manhã do segundo dia do National Geographic Summit 2018 mudou de nome para National Geographic Summit Junior 2018. A sessão teve início com uma pequena apresentação de Susana  Carvalho, primatologista e bolseira do National Geographic Society que estuda a interação de chimpanzés na Guiné, e Mariana van Zeller, reconhecida jornalista portuguesa.

Ainda de manhã, todos os alunos presentes puderam conhecer as as aventuras de Terry Virts no espaço. E que emoção foi ver e ouvir as histórias de um dos astronautas com mais horas a 400 quilómetros do planeta Terra.

Masterclass de Storytelling

À tarde recebemos Will Storr, jornalista e romancista premiado que conta no seu currículo com publicações em revistas como Guardian Weekend, The New Yorker, Observer Magazine e The Sunday Times Magazine e Esquire. Will foi nomeado New Journalist of the Year e Feature Writer of the Year. Em 2012 foi vencedor do prémio One World Press. Storr é ainda autor de quatro livros aclamados pela crítica e leciona jornalismo e storytelling, em Londres (Guardian Masterclasses e The Faber Academy). 

Baseando-se nas descobertas mais recentes da Psicologia e Neurociência, Will Storr contou-nos sobre o poder das estratégias de Storytelling e como estas podem contribuir para o sucesso dos negócios.

Will Storr é um jornalista e romancista premiado que conta no seu currículo com publicações em revistas como Guardian Weekend, The New Yorker, Observer Magazine e The Sunday Times Magazine e Esquire.

Sessão Especial "FameLab"

O fim da tarde foi dedicado à fina do "FameLab", um dos mais populares concursos internacionais de comunicação científica.

Nesta final, cada concorrente teve de demonstrar a sua capacidade de comunicar os temas científicos mais diversos, recorrendo apenas à palavra e ao gesto e sem a ajuda de audiovisuais, dentro de um pequeno limite de tempo.

Criado em 2005 pelo Cheltenham Science Festival, o "FameLab" ganhou expressão mundial com o apoio do British Council, que o expandiu a mais de 30 países concorrentes, da Europa a Hong Kong.

Em Portugal, o "FameLab" é organizado pela Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Cientifica e Tecnológica e pelo British Council, em parceria com universidades e centros Ciência Viva de todo o país.

Continuar a Ler