National Geographic Summit

João Moleira Apresenta National Geographic Summit 2019

O jornalista João Moleira irá apresentar a edição de 2019 do National Geographic Summit, que terá lugar na Casa da Música a 29 de abril.Thursday, March 28

Por National Geographic
João Moleira apresenta o National Geographic Summit 2019, na Casa da Música, dia 29 de abril

João Moleira é jornalista desde que se lembra. Começou a trabalhar em jornalismo aos 14 anos de idade em rádios locais e jornais regionais, e nunca mais largou a área. Este ano, João Moleira irá apresentar o National Geographic Summit – onde o público será convidado a escolher o planeta e a dar o seu contributo para a redução do consumo de plásticos descartáveis, através de medidas ao alcance de todos.

Leia a opinião do jornalista acerca do impacto de notícias sobre a poluição plástica, a expansão do modelo de economia circular e a necessidade de contribuirmos para um planeta mais sustentável.

 

Qual o impacto de notícias como a de que em 2050 existirá mais plástico do que peixe no oceano?
Pessoalmente acho que essas notícias têm cada vez mais impacto. Infelizmente, andámos muitos anos a ignorar os avisos. Parecia-nos uma coisa longínqua, que não iria afetar esta geração nem as próximas. Uma postura claramente egoísta que só começou a ser alterada com as imagens de uma catástrofe em andamento. Acho que sem se ver a quantidade de lixo, e em particular de plástico, nos oceanos não havia noção de que essa triste realidade está próxima.  Apesar de tudo, nunca é tarde para alertar e alterar consciências. E acho que isso começa, finalmente, a ser feito, com a terapia de choque das imagens que, através das notícias, chegam a todos.

Como se pode propagar o modelo de economia circular, num mundo com tantos produtos descartáveis?Honestamente acho que estando uma grande parte das pessoas alertada para este problema, o que condiciona o seu sucesso são custos que tem para cada um de nós. E falo mesmo nos custos monetários. Há a ideia de que numa economia circular os produtos acabam por ser mais caros e a maioria da população não tem recursos para tal. Essa ideia tem que ser quebrada também através do esforço das empresas, para provar que não é obrigatoriamente assim. Só baixando os custos de produção e comercialização é possível acabar com os produtos descartáveis, ou pelo menos reduzir o seu consumo. Haverá outros aspetos a melhorar, mas num mundo onde a maioria da população é pobre, este é muito importante.

Como se inspira o público a escolher o Planeta em detrimento do plástico?
Com a consciência do que estamos a perder e com a certeza de que há alternativas ao plástico. Finalmente as duas ideias começam a ser passadas em conjunto de forma eficaz. Mas ainda há muito a fazer.

 

CONTACTOS:
Para qualquer dúvida ou informação, por favor contacte-nos através de:
Email: ngsummit@winworld.pt
Telefone: (+351) 91 3839 945