CONTEÚDO PATROCINADO PARA

nespresso logo
 ...

Após décadas de conflitos, o café está finalmente de volta a Caquetá

Nas profundezas da Amazónia colombiana, os produtores de café juntaram-se à Nespresso para fazer renascer a cultura de café de alta qualidade.

Texto de Jack Neighbour

FOTOGRAFIA DE RENA EFFENDI

O regresso às montanhas

Nas profundezas da Amazónia colombiana, as densas florestas tropicais e a pluviosidade abundante criam as condições ideais para o cultivo do café. Em 2016, após o acordo de paz histórico que pôs fim a um conflito armado que já durava há cinco décadas na região, os experientes produtores de café Don Fernando Pedreros Muños (à esquerda) e Don Edgar Otavo Martin (à direita) tornaram-se parceiros do programa AAA Sustainable Quality™ da Nespresso para produzir café de uma forma mais viável e sustentar as suas famílias.

Fotografia de Rena Effendi

O café prospera na selva

As árvores de café Arábica adoram a sombra. É aí que prosperam melhor com altitudes elevadas e temperaturas mais baixas, transformando em estufas naturais as compactas e húmidas selvas montanhosas de Caquetá, ideais para o cultivo de café de alta qualidade. Embora as condições locais sejam perfeitas para o cultivo do café típico da Amazónia, o terreno acidentado e as chuvas sazonais criam desafios adicionais aos produtores, especialmente um baixo nível de produtividade das plantas, a falta de acesso a máquinas de processamento modernas e a falta de infraestruturas para colocar o café no mercado. Felizmente, os programas de formação especializados estão a trazer soluções para estes problemas.

Fotografia de Rena Effendi

Uma herança que nos enche de orgulho

Após comprar a quinta da família aos pais há 12 nos, Don Fernando não encara o cultivo do café apenas como um método de subsistência. É o seu legado, algo que aprendeu com os pais e que pretende passar aos filhos. Desde que trabalha com o programa AAA, foi capaz de adquirir uma quinta maior e está a tornar-se numa figura de confiança na sua comunidade. Outros produtores agora procuram o seu conselho sobre a adesão ao programa, depois de verem o efeito positivo que o seu café de alta qualidade está a ter na reputação de Caquetá.

Fotografia de Rena Effendi

Café de qualidade significa mais tempo de qualidade

Don Fernando desfruta de um momento de descanso em família. A parceria com a Nespresso permitiu-lhe receber assistência contínua e formação agrícola que conduziu a uma maior produtividade da sua quinta, traduzindo-se num rendimento mais estável e elevado. Sabendo que o café é agora um negócio fiável e uma fonte de rendimentos estável, Don Fernando pode, finalmente, assegurar um futuro estável a médio e longo prazo através da expansão da sua quinta. Agora, sabe que é capaz de sustentar a família e dedicar mais tempo de qualidade aos filhos.

Fotografia de Rena Effendi

Transmitir conhecimentos

Da mesma forma que os pais o ensinaram, Don Fernando conhece tudo o que há para saber sobre a complexa produção de Arábica de alta qualidade. A participação no programa AAA Sustainable Quality™ da Nespresso está a ajudá-lo a manter o seu rico legado familiar de cultivo de café e, agora, partilha estas técnicas tradicionais e também as novas práticas agrícolas sustentáveis da Nespresso com os filhos.

Fotografia de Rena Effendi

O café está de volta

Don Edgar é outro produtor da região cuja família produzia Arábica antes das convulsões políticas da região o terem levado a tomar a difícil decisão de sair de casa. Durante esse período, a ameaça do retomar dos combates fez com que o cultivo e o transporte de café fossem uma perspetiva demasiado insegura. Encontrar trabalhadores suficientes para a colheita era quase impossível. Mas agora, em tempo de paz na região, produtores como Don Edgar podem regressar e, através da formação e da colaboração com a Nespresso, transformar as suas quintas em negócios rentáveis.

Fotografia de Rena Effendi

As estradas de Caquetá são difíceis de percorrer

Don Edgar conduz a sua mula de carga de passo seguro através de uma ponte pedonal num caminho estreito e rochoso, desde a sua quinta até à cooperativa de café local. O terreno montanhoso desta região significa que algumas quintas ficam localizadas a uma hora, ou mais, de distância da estrada mais próxima, tornando difícil para as famílias o transporte dos grãos colhidos. As mulas continuam a ser a melhor forma de levar o café para o mercado, mas as infraestruturas estão a melhorar e o preço elevado pago pelo café de alta qualidade compensa o esforço.

Fotografia de Rena Effendi

Um futuro promissor

Para muitos casais de Caquetá, o cultivo do café define o seu estilo de vida. É, muitas vezes, o principal meio de subsistência das famílias e uma herança de vida que tencionam passar aos filhos. Após um turbulento período que quase erradicou esta forma de vida, felizmente tiveram acesso ao apoio, formação, equipamento e investimento contínuo adequado em infraestruturas que estão a recuperar a paixão dos produtores por manter vivas as suas tradições. Nos próximos anos, é provável que tal possa ajudar a garantir que o mundo continua a desfrutar do seu excelente café.
Outras histórias de café aqui.

Fotografia de Rena Effendi

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio Ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem e aventuras
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeos

Sobre nós

Inscrição

  • Revista
  • Registrar
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2017 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados