Photo Ark

O Poder das Imagens na Construção de Histórias (Materiais Educativos)

Como é que os contadores de histórias utilizam as imagens para levar as pessoas a preocuparem-se? Segunda-feira, 6 Novembro

Por National Geographic

Síntese das Atividades

Os alunos explorarão o papel fundamental das imagens na narração de histórias. Fazem um passeio pela galeria de imagens do Photo Ark e refletem sobre as emoções que sentem. Os alunos escrevem composições para responder às fotografias dos animais.

Duração: 1 hora e 30 minutos
Escolaridade: 6.º ao 8.º ano
Idades: 11 a 14

INSTRUÇÕES

1. Ative os conhecimento de base sobre o objetivo da narração de histórias.

Pergunte: o que é a narração de histórias e porque é que as pessoas contam histórias? Pôr os alunos a falar com os colegas sobre as perguntas colocadas. Após alguns minutos, convide os alunos a partilharem as suas ideias com a turma. Durante o debate, perguntar:

     - Porque é que as pessoas contam histórias? (Os contadores de histórias utilizam não só o discurso escrito e verbal como também as imagens, como desenhos e fotografias.) 

Ponha os alunos a debater e falar novamente após perguntar:

     - Que método de narração de histórias pode um contador de histórias utilizar se pretender que o público faça ou sinta algo? (As respostas irão variar. Respostas possíveis: os contadores de histórias poderão utilizar imagens, exemplos da vida real, anedotas pessoais ou perguntar aos ouvintes que se coloquem na história.)

2. Introduza a utilização de fotografias na narração de histórias.

Faça uma sondagem informal, perguntando aos alunos que levantem a mão se acreditam que a narração de histórias exige a utilização de palavras. Peça aos alunos exemplos de narração de histórias que não incluam palavras. (As respostas dos alunos poderão incluir vídeo sem palavras/narração, coleções de fotografias que contem uma história, narração de histórias através de dança, música etc.)

Explique que alguns contadores de histórias utilizam fotografias para contar uma história ou como parte do método de narração de histórias.

Clique ao longo do presente ensaio fotográfico da autoria de Ami Vitale. Faça as perguntas de seguida listadas e debata-as.

     - Que história é contada por esta série de fotografias? 
     - Conta uma ou mais histórias?
     - 
O que é que a utilização exclusiva de fotografias para contar uma história acrescenta à mesma?
     - 
Como seria esta história diferente se o contador de histórias utilizasse apenas palavras e zero fotografias? A história ficaria mais rica se o contador de histórias utilizasse palavras e fotografias?

3. Mostre vídeos de Joel Sartore a falar sobre fotografar animais.

Apresente o vídeo "Grizzlies, Wolves, and Koalas: Conservation Photography" (Ursos, lobos e coalas: fotografia para a conservação), explicando que Joel Sartore é um contador de histórias e fotógrafo da National Geographic. Pergunte aos alunos o que pensam sobre as seguintes perguntas centrais à medida que assistem ao vídeo.

     - De que forma é que os bons fotógrafos contribuem para o esforço da conservação? (Os fotógrafos são envolventes, fazem com que as pessoas coloquem perguntas e se preocupem. Também podem ajudar as pessoas a estabelecerem uma ligação pessoal com os animais.)
     - Porque é que Joel Sartore utiliza fotografias para contar histórias? (Ele acredita que as fotografias motivam as pessoas a preocuparem-se e, possivelmente, a fazerem mudanças positivas, como a aprovação da legislação para a proteção dos coalas por parte do governo australiano.)

Após a visualização do vídeo, ponha os alunos a debater entre si sobre as suas ideias sobre as perguntas centrais.

Apresente o segundo vídeo, “Saving Animals Through Photography” (Salvar os animais através da fotografia), dizendo aos alunos que Joel Sartore está a trabalhar num projeto intitulado "Photo Ark". Tira fotografias a animais em cativeiro. Peça aos alunos que tenham em consideração as perguntas centrais que se seguem enquanto assistem ao vídeo.

     - Qual é o objetivo de Joel Sartore na criação do Photo Ark? (Sartore fotografa todas as espécies animais em cativeiro para documentá-las, sobretudo as que se encontram em risco de extinção, para as futuras gerações e para encorajar as pessoas a cuidarem delas e a intervirem agora, antes que seja tarde demais.)
     - Que técnicas é que o fotógrafo utiliza para que as pessoas se preocupem com os animais e porque é que ele quer que as pessoas se preocupem? (Sartore fotografa os animais com fundos brancos ou pretos, para que possam ser vistos de forma igual e sem distrações, como seriam os fundos naturais. O fotógrafo quer chamar a atenção das pessoas para a crise da extinção animal.)

Após a visualização do vídeo, fomente um pequeno debate na turma sobre as perguntas centrais. Coloque os alunos a debater o papel das fotografias de Sartore nas histórias que conta.

4Convide os alunos a interagirem com as fotografias de Sartore durante um passeio pela galeria.

Diga aos alunos que irão passear pela sala e observar várias fotografias de Sartore do Photo Ark. Distribua vários post-it por cada aluno. Peça aos alunos para fazerem uma pausa diante cada fotografia e para escreverem ou desenharem como é que cada fotografia os faz sentir. Encoraja os alunos a documentarem as suas reações, emoções e perguntas, e a deixarem o post-it junto a cada fotografia. Após terem visualizado todas as fotografias, convide os alunos a partilharem o que sentiram e quais os temas dos colegas que chamaram a sua atenção.

5. Peça aos alunos para escreverem composições sobre uma fotografia do Photo Ark.

Diga aos alunos para escolherem uma fotografia com a qual tenham sentido uma forte ligação. Peça aos alunos para escreverem uma curta composição para dar resposta às seguintes perguntas.

     - Porque é que esta fotografia é do teu interesse?
     - Que história é que esta fotografia te conta? Porquê? Como?
     - O objetivo do Photo Ark é fazer com que as pessoas se preocupem com as espécies e queiram protegê-las. Como é que esta fotografia provoca esses sentimentos em ti?

6Atribua uma pergunta final de tipo "bilhete de saída".

À medida que os alunos forem terminando as suas composições, dê-lhes pequenos pedaços de papel e peça-lhes que respondam, numa ou duas frases, à pergunta: de que forma as imagens utilizadas pelos contadores de histórias ajudam a que as pessoas se preocupem?

Avaliação alternativa

Utilizar as respostas dadas às perguntas "bilhete de saída" para avaliar a aquilo que os alunos aprenderam. 

Enriquecimento da aprendizagem

Prolongue a parte de escrita desta atividade durante alguns dias ao incluir as fases de rascunho, autoedição, edição pelos pares e rascunho final da composição.
 

OBJETIVOS

Disciplinas e áreas de estudo

     - Arte
          
Fotografia

     - Tecnologia pedagógica
          
Meios pedagógicos

     - Educação informal
          
Fotografia/Arte digital

     - Línguas e literatura
          
Narração de histórias
          Escrita (composição)

     - Estudos sociais
          
Comportamento humano

Objetivos de aprendizagem

Os alunos deverão:

     - refletir sobre o poder da fotografia — de que forma pode a mesma suscitar emoções e inspirar-nos a preocuparmo-nos
     - articular o papel que as imagens desempenham no trabalho dos contadores de histórias
     - interpretar informação de fontes de vídeo e fotográficas

Metodologia de ensino

     - Debates
     - Instrução visual
     - Escrita

PREPARAÇÃO

Materiais entregues pelo professor

     - Canetas
     - Post-its
     - Papel para escrever

Imagens

     - O poder das imagens na narração de histórias.

Recursos informáticos necessários

     - Acesso à Internet: opcional.
     - Configurações técnicas: um computador por sala de aula, projetor, altifalantes.

Espaço físico

     - Sala de aula

Configuração

Assegure-se de que existe espaço suficiente para que os alunos se possam movimentar pela sala e relacionarem-se com as imagens durante o passeio pela galeria.

Formação dos grupos

    - Instrução coletiva

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E VOCABULÁRIO

·Informação prévia

A interação dos animais com os seus ambientes é o motor que mantém o planeta saudável para todos nós. Mas, para muitas espécies, o tempo está a esgotar-se. A National Geographic, em conjunto com o fotógrafo Joel Sartore, dedica-se à busca de soluções para salvar os animais.

Através do projeto do Photo Ark, estão a ser documentadas todas as espécies em cativeiro com o objetivo de inspirar as pessoas a cuidarem destes animais e a ajudarem a protegerem-nos. Joel Sartore, fotógrafo da National Geographic, iniciou o Photo Ark na sua cidade-natal de Lincoln, Nebrasca. Desde então, já visitou 40 países na sua busca para criar este arquivo fotográfico da biodiversidade global. Até à data, o fotógrafo já tirou o retrato a mais de oito mil espécies, na sua maioria fotografada sob um fundo liso branco ou preto. Independentemente do tamanho, cada animal é tratado com o mesmo afeto e respeito. O resultado são retratos não só magnificamente belos como intimistas e comoventes. "É o contacto visual que comove as pessoas", afirma Sartore sobre as expressões dos animais. "É envolvente.. Cria sentimentos de compaixão e uma vontade e ajudar."

Através deste projeto, que terá a duração de vários anos, serão criados retratos intimistas de cerca de 12 mil espécies de aves, peixes, mamíferos, répteis, anfíbios e invertebrados. Quando estiver concluído, o Photo Ark será um importante registo da existência de cada animal e um testemunho poderoso da importância associada ao salvamento destes animais.

 

Vocabulário

Cativeiro - reclusão ou prisão

Conservação - gestão de um recurso natural para prevenir a exploração, destruição ou negligência

Espécie em vias de extinção - organismo ameaçado com a extinção

Extinto - já não existe

Mamífero - animal com pelo que dá à luz crias vivas. Mamíferos femininos que produzem leite para alimentar as suas crias

Fotografia - arte e ciência de criação de imagens fixas ou em movimento utilizando a reação química da luz numa superfície sensível, como a película ou um sensor eletrónico

Espécie - grupo de organismos semelhantes que se conseguem reproduzir entre si

 

Websites

Como Salvar Animais Através da Fotografia - Palestra de Joel Sartore no NG Live

Quer Ajudar a Salvar Espécies? Veja os 16 Conselhos de Joel Sartore

Sobre a Exposição Photo Ark

Instagram: Joel Sartore – Photo Ark

 

Ficha Técnica

A ficha técnica dos registos áudio, das ilustrações, das fotografias e dos vídeos encontra-se no recurso em causa, à exceção das imagens promocionais, que, em geral, contêm uma ligação para outra página com a ficha técnica do recurso. O titular dos direitos dos recursos é a pessoa ou o grupo indicado na ficha técnica.

Autora

Jessica Shea

Editora

Elaine Larson, National Geographic Society

Editora de conteúdos

Corinne Rucker, National Geographic Society

Responsável pela verificação das informações

Bob Connelly

Produtor

Jordan Lim, National Geographic Society

Autorizações do utilizador

Para consultar a informação disponível relativamente às autorizações do utilizador, leia os Termos e as Condições do Serviço. Caso tenha alguma dúvida relacionada com o licenciamento de conteúdos disponibilizado na nossa página ou pretenda mais informações, contacte-nos através do endereço de e-mail  natgeocreative@natgeo.com. Para questões relacionadas com a forma adequada de citar conteúdo de terceiros, consulte, por favor, a nossa secção de perguntas frequentes (FAQ).

Conteúdos multimédia

Alguns conteúdos multimédia (vídeos, fotografias, gravações áudio e ficheiros PDF) podem ser descarregados e consultados fora do website da Nacional Geographic, de acordo com os Termos e as Condições do Serviço. Se um conteúdo multimédia for passível de ser descarregado, surgirá um botão no seu canto inferior direito.

Texto

O texto presente nesta página pode ser impresso e utilizado de acordo com os Termos e as Condições do Serviço.

Conteúdos Interativos

Todos os conteúdos interativos disponibilizados só poderão ser visualizados na nossa página. Não é possível descarregar conteúdo interativo.

 

________________________________________________________

A forma mais prática de chegar à Cordoaria Nacional é ir de comboio até à estação de Belém, na linha de Cascais e fazer o percurso pedonal de 8 minutos até à exposição.

 

Apresente o seu bilhete para o Photo Ark e usufrua dos seguintes descontos, nos serviços da CP:

   - Comboios Urbanos de Lisboa (Cascais, Sintra, Azambuja e Sado) - bilhete promocional de ida e volta, 2.00€ por pessoa, carregável no Viva Lisboa.

   - Regionais e Inter-Regionais - bilhete de ida e volta com desconto de 30%

   - Comboios Urbanos do Porto - bilhete promocional de ida e volta, 2.00€ por pessoa, como complemento aos serviços referidos

   - Alfa Pendular, Inter-Cidades, Regionais e Inter-Regionais, Urbanos de Lisboa e Porto - Viagens em grupo, Descontos  e Descontos Grupos Comboios Urbanos de Lisboa

   - Alfa Pendular, Inter-Cidades, Regionais e Inter-Regionais, Urbanos do Porto - viagens com a família e ou amigos - Desconto de 50% para Família e Amigos

 

Leia mais sobre o projeto Photo Ark e compre os bilhetes para a exposição.

 

Continuar a Ler