Viagem e Aventuras

10 Razões pelas Quais Deve Visitar os Açores

Sophia de Mello Breyner dedicou-lhe um poema, a estas “maravilhas” do mar. Descubra mais dez razões pelas quais deve visitar já os Açores.Wednesday, September 26, 2018

Por National Geographic
ver galeria

O arquipélago dos Açores, bem no meio do oceano Atlântico, não pára de conquistar fãs por todo o mundo. Composto por nove ilhas, todas diferentes e com encantos próprios, é conhecido pela beleza natural, comida, clima ameno, e hospitalidade dos açorianos.

Se está à procura de uma desculpa para visitar, aqui ficam 10. Vamos?

1. Lagoas Paradisíacas

Nos Açores há nada mais que sessenta e seis lagoas para ver, admirar e nadar. Todas lindíssimas, e em grande parte, causadas por crateras de vulcões. Há as de águas mais límpidas, profundas, doce ou salgada, rodeada de flores, ou de floresta ou ainda de fumarolas... há lagoas nos Açores para todos os gostos.

E se visitar uma delas, vai ficar com vontade de conhecê-las todas! Será que vai ter tempo?

O icónico Ilhéu de Vila Franca do Campo, em São Miguel.

2. Miradouros de Tirar a Respiração

Se acha que há muitas lagoas nos Açores, saiba que há ainda mais miradouros! A origem vulcânica do arquipélago fez com que estas sejam ilhas com grandes elevações.

Devido à natureza frondosa e lagoas de sonhos, as vistas dos miradouros são absolutamente deslumbrantes. Em todas as ilhas vai encontrar um ponto de observação com uma paisagem maravilhosa. Não se esqueça de levar a máquina fotográfica!

3. Perto das Baleias, Cachalotes e Golfinhos

Se gosta de ver os cetáceos no seu habitat natural, então está no sítio certo. Os Açores são um dos maiores santuários de baleias do mundo, e podem avistar-se mais de vinte espécies diferentes (um terço de todas as existentes!).

Sempre que avistar uma, impera a velha regra de gritar “Baleia à vista!”. Aproveite para nadar com os golfinhos e mantas! Para o fazer, terá de usar uma agência para o efeito, já que tanto a sua segurança como a destes simpáticos animais tem de ser assegurada.

4. Montanhas e trilhos deslumbrantes

Sendo adepto de caminhadas, trilhos, trekking e outros, vai amar os Açores. É possível fazer diferentes percursos nas ilhas, e com vários níveis de exigência e dificuldade. Já para não falar, claro, das vistas magníficas, da fauna que encontrará pelo caminho, e das fotografias que vai trazer de recordação!

5. Praias incríveis

Sabia que, em 2018, os Açores tiveram 39 praias galardoadas com a distinção Qualidade de Ouro pela Quercus? Este galardão não se refere à beleza incrível, mas sim à qualidade excelente das águas. E em matéria de beleza não ficam nada atrás. Pode encontrar praias de águas cristalinas e areia fina e branca, e praias de areia escura!

Na verdade, nos Açores a cor da areia varia muito, desde tons muito claros como creme até cinzentos escuros, passando pelos avermelhados ou esverdeados, devido à presença de minerais como olivina ou faialite.

6. Banhos quentes

E se por acaso visitar os Açores e apanhar tempo mais frio, então cá tem a sua oportunidade fantástica para experimentar os banhos termais!

Diz quem já foi que o melhor é mesmo com chuva. As águas férreas e sulfurosas das termas açorianas têm propriedades terapêuticas, ajudando em problemas de pele e de reumatismo, mas têm também um efeito fantástico de relaxamento total.

Há nascentes com água a cerca de 30º mas, atenção!, noutros casos as temperaturas variam entre os 60 e os 100º! De todas as formas, não se preocupe: os complexos de águas quentes são bastante controlados, para segurança de todos.

Piscinas naturais de água quente na Ponta da Ferraria, Ginetes (São Miguel).

7. Gastronomia de Chorar por Mais

Todos já ouvimos falar do Cozido das Furnas, um prato emblemático de São Miguel que é enterrado no solo e cozinhado durante cinco horas, ou do não menos famoso queijo de São Jorge.

Mas a gastronomia dos Açores tem muitos outros encantos escondidos nas várias ilhas! Só nos Açores é que vai perceber bem o que são Malassadas, Cavacas, as sopas do Espírito Santo, ou o queijo fresco com pimenta da terra. Não se esqueça de apontar, para depois provar, lapas dos Açores, polvo guisado, alcatra da Terceira e bolos lêvedos!

8. Lendas Fantásticas

A origem dos Açores já foi atribuída à muito famosa lenda da Atlântida, um maravilhoso continente e reino que teria afundado por castigo dos deuses.

Cada uma das nove ilhas dos Açores tem uma ou mais lendas que são contadas de geração em geração, e que os locais lhe contarão, certamente. Estas lendas e ditos sobre moças encantadas, o Diabo que leva noivas, amores proibidos, reis e rainhas, sereias ou baleeiros corajosos vão com certeza apaixoná-lo e tornar a sua viagem aos Açores mais mágica.

9. Fábricas de Chá

Para os amantes de chá: as únicas duas plantações de chá da Europa são nos Açores. São elas a Fábrica de Chá do Porto Formoso, e a Fábrica de Chá Gorreana, localizadas na Ilha de São Miguel.

Estas duas fábricas ainda produzem chá verde e preto, e é possível fazer visitas guiadas às instalações, assistir às colheitas e ainda fazer provas de chá. A fábrica de Chá Gorreana é, também, a mais antiga da Europa, em funcionamento contínuo desde 1883!

10. Entrar num Vulcão? Sim!

E já que tanto falamos da origem vulcânica dos Açores, sabia que na génese deste arquipélago estão 1766 vulcões? E que, destes, nove ainda estão ativos? Mas não se apoquente, porque o vulcão que pode visitar está extinto há mais de dois milénios.

Falamos do Algar do Carvão, em Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira. Este misterioso vulcão está aberto ao público todo o ano, e pode conhecê-lo por dentro. Prepare-se para descer muitos metros de escadarias, ver estalactites e estalagmites vulcânicas, seguir os caminhos do magma (sabe qual a diferença entre lava e magma?), e ainda ver a lagoa subterrânea.

 

Antes que pergunte, não, estas não são as únicas razões para visitar os Açores, há centenas mais! Mas apostamos que ficou com vontade só com estas!