O Aclamado Documentário "Free Solo" Chega a Portugal

Um dos mais aclamados documentários de sempre da National Geographic, recentemente nomeado aos Óscares, estreia no canal a 17 de março, às 22h30. domingo, 6 de janeiro de 2019

Por National Geographic
fotografia de

Recentemente nomeado aos Óscares na categoria de melhor documentário, com mais de 30 nomeações em festivais de cinema e vencedor de 12 prémios, este filme documental arrebatador e arrepiante é já considerado uma obra prima no seu género.

Free Solo é um dos documentários mais falados dos últimos meses, tendo já conquistado três Critics Choice Awards e premiado como Melhor Documentário nos BAFTA Film Awards. O filme documental surge como um relato impressionante e vertiginoso da escalada sem corda de Alex Honnold, que desafiou a morte numa subida de 900 metros no rochedo El Capitan, nos EUA.

Um documentário que serve de inspiração, que nos questiona acerca do potencial físico e mental do ser humano e que nos faz acreditar que nos podemos superar a nós próprios, todos os dias.

Alex Honnold durante a sua escalada em El Capitan, uma parede de granito implacável no Parque de Yosemite, nos EUA.
Alex Honnold durante a sua escalada em El Capitan, uma parede de granito implacável no Parque de Yosemite, nos EUA.
fotografia de JIMMY CHIN, NATIONAL GEOGRAPHIC

Durante 01h40, os realizadores Elisabeth Chai Vasarhelyi e Jimmy Chin, acompanham Alex Honnold na tentativa de ser o primeiro a escalar a "solo", ou seja, sem cordas ou proteções, o El Capitan, uma parede de granito implacável no Parque de Yosemite nos EUA, com 900 metros de altura. A dúvida mantém-se até ao fim. Será que consegue?

“Ao contrário do que muitos podem pensar, a escalada sem corda não tem nada que ver com adrenalina. Demorei quatro horas a subir o El Capitan. Não podemos ter uma descarga de adrenalina durante quatro horas. É muito mais meditativo, calmo e descontraído. É quase sereno.”, salienta Alex Honnold.

Este é um retrato inspirador de um atleta que desafia corpo e, acima de tudo a mente, na tentativa de triunfar sobre o impossível. Quando um simples espirro pode significar a morte, a superação do medo torna-se primordial. Alex Honnold, que começou a escalar quando tinha 5 anos (tem agora 33), inicia o seu treino focado e sem dúvidas, mas a capa de invencibilidade começa-se a desfazer quando se apaixona, o seu foco é ameaçado e os ferimentos e contratempos aparecem.

Alex Hannold durante a preparação para a maior escalada sem cordas, de sempre.
Alex Hannold durante a preparação para a maior escalada sem cordas, de sempre.
fotografia de JIMMY CHIN, NATIONAL GEOGRAPHIC

 

Chai Vasarhelyi e Chin conseguem captar de forma magistral, momentos profundamente humanos com Honnold, assim como a subida que desafia a morte, com um trabalho de filmagem vertiginoso e arrebatador. Não perca a estreia de Free Solo, a 17 de março às 22h30, no canal National Geographic.

 

 

 

Continuar a Ler