Viagem e Aventuras

As Melhores Viagens do Mundo para Comer Chocolate

Satisfaça a sua gulodice nestes paraísos de chocolate.segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Por National Geographic
Os viajantes podem ver como o chocolate é produzido e provar doces em Broc, na Suíça.

Desde buffets de chocolate à descrição, a pausas noturnas para um churro tardio, eis o nosso guia de viagens para os amantes de chocolate.

MAISON CAILLER

Broc, Suíça

Visite a casa de uma das mais antigas marcas de chocolate suíças, na vila de Broc, onde Cailler opera uma fábrica desde 1898. Veja como o famoso chocolate é produzido e satisfaça os seus sentidos com uma amostra generosa, na sala de degustação da fábrica. Dica de viagem: As visitas demoram uma hora e meia. Nas proximidades existem caminhos pedonais e trilhos para os caminhantes. Faça uma escalada ou passeie pelo trilho ao longo do Lago Gruyère.

MAGNOLIA BAKERY

Nova Iorque

Esta pequena e acolhedora padaria dos anos 1950 ganhou fama quando as personagens da série Sexo e a Cidade a visitaram num ataque de gulodice para comer cupcakes. Para além dos cupcakes de chocolate de veludo vermelho, a padaria distribui um arco-íris de cupcakes altamente coloridos, pudim de banana, biscoitos, cheesecake de cereja e brownies. O bolo de chocolate alemão é uma das referências de topo. Dica de viagem: A Magnolia tem quatro lojas – incluindo a filial na Rua Bleecker que aparece em Sexo e a Cidade.

MAX BRENNER

Nova Iorque

Conhecida pelo seu chocolate quente servido numa caneca carecterística, projetada especialmente para aquecer as mãos, a loja e o restaurante da Broadway oferecem uma variedade impressionante de produtos à base de cacau, incluindo martini de trufa de chocolate, fondue de chocolate e cerveja de chocolate preta. Dica de viagem: Max Brenner fica na 841 Broadway e na 141 Second Avenue.

CHOCOLATE MAIA, TABASCO

México

Aqui, nas prováveis origens do chocolate – com a possibilidade de a própria palavra derivar do xocoatl Maia – prove chocolate quente ao estilo Maia: espesso, cremoso, agridoce e temperado com pimenta. Os conquistadores espanhóis temperavam esta bebida amarga com açúcar, canela, amêndoas moídas e leite. Prove as duas especialidades. Dica de viagem: Comalcalco, em Tabasco, tem um museu e quintas de cacau

SACHERTORTE

Viena, Áustria

Sachertorte é um bolo esponjoso de chocolate, finamente revestido à mão com geleia de damasco, coberto com chocolate negro, e que tem o nome de quem o inventou em 1832, Franz Sacher. Franz criou a sobremesa para impressionar o seu patrão, Klemens Wenzel, o príncipe von Metternich, ganhando fama e fortuna. Em 1876, o seu filho Eduard abriu o Hotel Sacher, em Viena – visite nessa cidade, o esplêndido café ou uma das quatro lojas Sacher. Dica de viagem: Cubra o seu Sachertorte com chantili sem açúcar e acompanhe com café ou champanhe.

CHOCOLATE QUENTE

Turim, Itália

Na capital italiana do chocolate, beba um cioccolato caldo. Este “quebra-gelo” é muito espesso, quente e agradavelmente amargo, coberto generosamente com chantili. Experimente a bicerin, uma bebida feita em camadas de chocolate quente e café expresso, servida em chávenas de vidro, disponível apenas em Turim, ou experimente o giandujotto, um doce de avelã folhado com cobertura de chocolate. Dica de viagem: Visite em fevereiro, altura do festival de chocolate, Cioccola-Tò. Compre um Choco-Passe no posto de turismo e ganhe descontos nos doces da cidade.

CHOCOLATES VALRHONA

Tain-l'Hermitage, França

No país produtor de vinhos, na margem esquerda do Rio Ródano, visite o lar dos chocolates Valrhona, preferido por muitos dos principais chocolateiros e chefs do mundo. O chocolate é feito excecionalmente apenas com a gordura natural da manteiga de cacau; não é adicionada gordura vegetal. Os viciados em chocolate terão a oportunidade de o provar ou comprar na loja da fábrica, enquanto os chefs profissionais podem estudar na École du Grand Chocolat Valrhona, uma escola de culinária de chocolate. Dica de viagem: A loja da fábrica abre diariamente, exceto aos domingos. Visite a cidade medieval de Tournon, do outro lado do rio.

CHOCOLATE E CHURROS

Madrid, Espanha

Poucas instituições oferecem melhor evidência da insónia de Madrid do que as suas eternamente famosas chocolaterías (também conhecidas por churrerías), tipicamente repletas de foliões noturnos, desde as quatro da manhã até à hora do pequeno-almoço. O seu prato de renome é o churro, um longo pedaço de massa frita saborosa, mergulhado em chocolate quente agridoce. Para uma viagem a 1894, visite a venerável Chocolatería San Ginés. Conte com um serviço divertido e brusco, luzes brilhantes e uma atmosfera frenética. Dica de viagem: A Chocolatería San Ginés fica na baixa, em Pasadizo San Ginés. Está aberta toda a noite.

NEMESIS, RIVER CAFÉ

Londres, Inglaterra

Um dos melhores restaurantes de Londres e local de afirmação de muitos chefs famosos, incluindo Jamie Oliver, a sua sobremesa de assinatura é o Bolo de Chocolate Nemesis. Viscoso, com uma ligeira crosta no topo, deve a sua riqueza a uma quantidade impressionante de chocolate. Dica de viagem: Os viciados em chocolate podem participar numa Chocolate Ecstasy Tour de Londres.

CHOCOLATE HOTEL

Bournemouth, Inglaterra

Para comer, respirar e dormir chocolate, existe sítio melhor do que este hotel com a temática de chocolate? As aulas de degustação e fabrico de chocolate garantem a satisfação daqueles que o adoram. Dica de viagem: O hotel fica em West Cliff, perto da praia e do centro da cidade. Prepare o apetite, caminhando pela magnífica praia da cidade.

 

Este artigo foi publicado originalmente em inglês no site nationalgeographic.com

Continuar a Ler