Já conhece Elvas?

A viagem ecológica de setembro leva-nos até Elvas. Já conhece esta cidade mais a sul de Portugal?quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Por National Geographic
Fotografias Por João Amorim
Vista aérea do forte de Nossa Senhora da Graça, em Elvas
Vista aérea do forte de Nossa Senhora da Graça, em Elvas
fotografia de João Amorim (@followthesuntravel)

A viagem ecológica deste mês leva-nos até Elvas, uma pequena cidade a sul de Portugal, classificada pela UNESCO como Património da Humanidade desde 2012 pelas maiores e mais singulares fortificações e edificações do mundo.

Os seus encantos são inúmeros e, por isso, no artigo de hoje partilhamos alguns dos melhores locais e monumentos que não pode deixar de visitar.

Elvas, a estrela do Alentejo
Elvas é a verdadeira estrela do Alentejo: é considerada Património da Humanidade, é a maior cidade fortificada da Europa e foi uma das cidades mais importantes para a independência de Portugal.

Durante séculos foi sendo construída uma fortaleza indestrutível em Elvas, que a defendesse dos ataques de outros povos, como os castelhanos e, em simultâneo, que garantisse a independência do país.

D. Fernando, que entrava constantemente em guerras com Castela, viu-se obrigado a construir uma terceira cintura defensiva de muralhas, conferindo à cidade uma importância estratégica e uma identidade militar elevada.

Com a crise de 1580, Elvas foi entregue aos espanhóis por Filipe II, em troca de dinheiro. Algumas décadas depois, os portugueses voltaram a lutar pela cidade.

Assim, durante as guerras de fronteira que se seguiram à Restauração, em 1640, a cidade foi bombardeada durante cerca de 3 meses pelos espanhóis, ao mesmo tempo que população e os soldados eram devastados por uma grave epidemia.

A ajuda veio de Estremoz, que venceu a famosa Batalha das Linhas de Elvas e impediu que Portugal caísse de novo em poder do inimigo.

Esta vitória e todas as que se seguiram, deveram-se a um raro sistema de defesa composto pelo maior conjunto de fortificações do mundo, reconhecidos em 2012 pela UNESCO.

Muralhas da cidade alentejana de Elvas
Muralhas da cidade alentejana de Elvas
fotografia de João Amorim (@followthesuntravel)

O que visitar em Elvas?
Elvas tem alguns dos locais mais ímpares do nosso país e da Europa, pelo que será expectável perder-se pelos encantos cidade. Deixamos-lhe algumas sugestões do que não pode deixar de visitar em Elvas.

#1 Praça da República
É a “entrada” da cidade e localiza-se no centro histórico de Elvas. A Praça da República está repleta de monumentos, locais de interesse turístico e de lazer, como as esplanadas, a Casa da Cultura, o Posto de Turismo e a Torre do Relógio. Durante o dia enche-se das “gentes da terra” e de turistas que não ficam indiferentes à calçada portuguesa e a tudo o que esta praça tem para oferecer.

Muralhas e edifício do forte de Nossa Senhora da Graça, em Elvas
Muralhas e edifício do forte de Nossa Senhora da Graça, em Elvas
fotografia de João Amorim (@followthesuntravel)

#2 Forte de Nossa Senhora da Graça
Localizado no Monte da Graça, este forte é um dos mais altos da região, daí a sua importância estratégica defensiva da época. Foi mandado construir pelo rei D. José I em 1763, tendo sido inaugurado em 1792, no reinado de D. Maria I.

#3 Forte de Santa Luzia
É um dos ex-líbris da cidade pela importância arquitetónica militar portuguesa do século XVII. Situa-se na zona sul da cidade de Elvas, bastante próximo da fronteira com Espanha.
O Forte de Santa Luzia é agora um museu militar, onde pode encontrar informações sobre a evolução dos vários edifícios militares, religiosos e civis de Elvas, bem como as histórias das principais batalhas em que a cidade esteve envolvida.

#4 Aqueduto da Amoreira
O Aqueduto da Amoreira possui cerca de 8 quilómetros de extensão, 1367 metros galerias subterrâneas e 843 arcos, tornando-se no maior aqueduto da Península Ibérica.
É uma das edificações consideradas Património da Humanidade pela UNESCO, que foi construído ao longo dos séculos XVI e XVII.

#5 Castelo de Elvas
Encontra-se no ponto mais alto de Elvas e foi, em tempos, uma fortificação islâmica, posteriormente reconstruída. As suas torres são aquilo que mais captam a atenção dos visitantes. A Torre de Menagem foi reconstruída em 1488, mas o aspeto atual foi conseguido em meados do século XVI.
Pode entrar no Castelo de Elvas, palco de alguns dos mais importantes marcos históricos portugueses, através de 3 portas: a da Esquina, a de Olivença e a de São Vicente.

#6 Igreja da Nossa Senhora da Assunção
A Igreja da Nossa Senhora da Assunção localiza-se no centro histórico e é a antiga Sé Catedral de Elvas. É a igreja mais importante da cidade e possui um aspeto maciço e fortificado, que não deixa ninguém indiferente.
Apesar das renovações que sofreu, ainda é possível observar alguns elementos manuelinos, como as duas portas laterais, as gárgulas ao estilo gótico, o altar barroco em mármore policromático e os azulejos dos séculos XVII e XVIII.
 

Como chegar a Elvas?
Do Porto a Elvas, a viagem pode durar cerca de 3 horas e 45 minutos, pela A1. Com partida em Lisboa, a viagem é mais curta. Em apenas 2 horas, pela A2 ou pela A6, é possível chegar à cidade fortificada.

Continuar a Ler