Faça Uma Roadtrip em Portugal Como Esta

Desbrave o asfalto das estradas portuguesas nestas paisagens nacionais incríveis, através do nosso roteiro para uma roadtrip inesquecível.terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Por National Geographic

Sem planos durante os dias ou com uma janela temporal para uma viagem pelo nosso país? O inverno é uma altura com menos turismo interno, ideal para usufruir de zonas com maior afluência turística em outras alturas do ano. Pegue nas chaves do carro, explore os caminhos e paragens que lhe sugerimos e encante-se com o património natural e cultural português.

A nossa roadtrip arrancou de Aveiro, onde sugerimos que:
Visite o centro histórico da cidade
Passeie pelos canais da Ria, a pé pelas margens da Ria ou a bordo de um moliceiro
Experimente os deliciosos e únicos ovos moles
Desça até à Costa Nova e admire os palheiros coloridos da marginal
Conheça a Fábrica e Museu da Vista Alegre, em Ílhavo
Descubra a produção de algas biológica de Ílhavo.

Depois de subirmos para a região vinícola nas encostas do rio Távora, visitámos a quinta e os claustros do convento de São Pedro das Águias, onde é possível fazer provas de vinhos, mediante agendamento. Daí, partimos no dia seguinte para o Parque Natural da Serra da Estrela, que já tinha neve, onde recomendamos que perca algum tempo para apreciar e fotografar:
Nascer do sol (imperdível) na Nave de Santo António
Lagoa Comprida
Covão dos Conchos
Cenário onírico do Covão d’Ametade, perto da nascente do Rio Zêzere
Cascata do Poço do Inferno, com cerca de 10 metros de altura
Pôr-do-sol na zona da Torre.

Depois da cadeia montanhosa mais famosa do país, parámos na aldeia medieval de Sortelha e seguimos para sudeste até à aldeia histórica de Monsanto. Em Sortelha aconselhamos que estacione junto à porta do castelo e, se possível, percorra o trilho das muralhas, visite as ruínas da Igreja da Misericórdia, as sepulturas antropomórficas e a torre sineira. Já em Monsanto, não deve perder a vista de um dos pontos mais altos da aldeia; a porta do Espírito Santo e as ruínas da Capela de São Miguel.

No quarto dia de viagem, visitámos o Parque Natural do Tejo Internacional na povoação de Segura, com a imponente ponte romana que atravessa o rio Erges e divide as fronteiras de Portugal e Espanha. Almoçámos a bordo de um barco que faz o passeio até ao Monumento Natural das Portas de Ródão, onde observámos vários grifos da colónia que existe na região. Daí, partimos para a ilha do Castelo de Almourol, no concelho de Vila Nova de Barquinha, para visitar um dos monumentos mais emblemáticos da reconquista Cristã. Terminámos esse dia com a vista do Cabo Carvoeiro, em Peniche, ao pôr-do-sol.

De Peniche partimos para a ilha das Berlengas (a 7 milhas do Cabo Carvoeiro), num dos vários barcos que fazem a travessia, para rematar o último dia da roadtrip. Por ser época baixa, encontrámos a ilha deserta, o que permitiu fazer o trilho principal com o merecido pára-arranca fotográfico. Apesar de termos viajado em dezembro – e das águas na ilha serem geladas, os mais audazes conseguiram dar um mergulho perto do Forte de São João Baptista. Nessa tarde, perdemo-nos nas ruas de Óbidos, onde cruzámos as ruelas da vila e subimos às muralhas do castelo.

Desafiamo-lo a seguir as nossas coordenadas e aventurar-se na longitude das estradas nacionais!

 

Nota: Esta roadtrip foi realizada no âmbito no National Geographic Exodus Aveiro Fest com a equipa da organização do festival e parte do painel de oradores da edição de 2019. Teve o apoio do Turismo Centro de Portugal, Prio e Lexus.

Continuar a Ler