Viagem e Aventuras

As 3500 vidas Salvas pela Esquadra 751, Celebradas Pela G-SHOCK

Sempre que é preciso uma resposta imediata, destemida e experiente, muitas vezes em condições agrestes, a Esquadra 751 da Força Aérea Portuguesa é chamada para salvar o dia.

Por Gil Gomes

Para que uns possam trabalhar, divertir-se ou aventurar-se em segurança por terra e por mar, há uma equipa de ‘anjos da guarda’ sempre em vigília, 24h por dia, 365 dias por ano.

Sempre que é preciso uma resposta imediata, destemida e experiente, muitas vezes em condições agrestes, a Esquadra 751 da Força Aérea Portuguesa é chamada para salvar o dia.

'Para que outros vivam' é o mote que inspira a Esquadra 751.

Desde naufrágios a tripulantes acidentados, desde explosões em alto mar a quedas em falésias e a praticantes de desportos radicais em risco, os ‘Pumas’, como são conhecidos, já salvaram mais de 3500 vidas desde 1978, não fosse o seu mote ‘Para que outros vivam’.

A Esquadra 751 numa missão de treino

Esta esquadra de elite, que tem como missão ‘Executar operações de apoio tático e de busca e salvamento’, é treinada intensivamente para estar preparada para qualquer ocorrência, munida de equipamento e tecnologia de última geração.

Com uma base no Montijo, outra em Porto Santo e outras duas na Base das Lajes nos Açores, esta esquadra tem como aliado principal as aeronaves EH-101 Merlin. Com 19,3 m de comprimento, 6,61 m de altura e capacidade para aguentar 4 toneladas de carga suspensa estes helicópteros permitem efetuar missões de salvamento a 400 milhas náuticas desde a zona de descolagem.

A equipa de resgate e salvamento em cada helicóptero é constituída, na maioria dos casos, por um Piloto-Comandante e Co-Piloto, que dirigem, executam e planeiam a melhor abordagem a cada situação; um Operador de Sistemas que desempenha a função de operador de guincho e presta apoio às equipas médicas e aos passageiros, um Recuperador Salvador que se aventura a descer do helicóptero para recolha das pessoas em perigo, e um Técnico de Saúde que presta auxílio e cuidados básicos aos resgatados e faz a ponte com as equipas médicas, que poderão ou não estar na missão.

O Papa Francisco na sua visita a Portugal foi transportado pela Esquadra 751 desde a Base Aérea Nº5, em Monte Real até Fátima.

Estes elementos que arriscam a sua vida para salvar a dos outros, expostos muitas vezes a condições extremas, precisam de prever e detetar imprevistos e obstáculos antes que estes aconteçam, fazendo uso de equipamento de última geração.

Foi com este objetivo e o de celebrar o marco das 3.500 vidas já salvas, que a CASIO G-SHOCK passou a apoiar a Esquadra 751. Uma edição limitada de 75 unidades da gama G-SHOCK Master of G foi entregue aos ‘Pumas’, cada uma com o logo e o nome de cada membro da equipa gravado.

A G-SHOCK criou uma edição limitada destinada à equipa da Esquadra 751 em celebração do marco das mais 3500 vidas já salvas.
O Patch que celebra as 3.500 vidas já salvas pela Esquadra 751

Este modelo conta com uma precisão, fiabilidade e resistência únicas, que o equipam para qualquer situação que se dê em condições agrestes, incluindo tecnologia de triplo sensor, tecnologia solar, barómetro e controle por rádio, com o vidro a ser feito a partir de safira.

O Relógio G-SHOCK Master of G Edição Limitada Esquadra 751
O Relógio G-SHOCK Master of G inclui tecnologia de triplo sensor, tecnologia solar, barómetro e controle por rádio, com o vidro a ser feito a partir de safira.

A G-SHOCK disponibilizou esta edição especial também no mercado, limitada a 300 unidades, destinada a todos aqueles que possam estar sujeitos a condições mais arriscadas e que se identifiquem com o espírito e missão dos ‘Pumas’ da Esquadra 751.

Veja algumas das situações de resgate aqui.

Consulte a Página de Facebook da Esquadra 751 para ver fotografias e vídeos das diferentes missões:

Continuar a Ler