Este é o País Mais Sustentável do Mundo

A revista da National Geographic Traveler distingue os líderes do turismo sustentável. Wednesday, July 4, 2018

Por Costas Christ
A igreja de St. John the Baptist situa-se por detrás do lago Bohinj, na Eslovénia.

Os números suportam a razão: em 1950, havia 25 milhões de turistas internacionais. No ano passado, mais de mil milhões de cidadãos do mundo partiram à descoberta das maravilhas culturais e naturais do planeta, desde a grande migração na planície do Serengueti às antigas cidades incas no Peru. Nunca como hoje foi tão simples viajar e nunca os meios de transporte foram em tão grande número. Com isto vem a responsabilidade acrescida de proteger o nosso frágil planeta para as gerações futuras. Quando as Nações Unidas anunciaram 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, um país destacou-se dos demais: a Eslovénia. No ano passado, este enclave do Adriático, aninhado entre campos de esmeraldas, picos cobertos de neve e águas cristalinas, foi declarado o país mais sustentável do mundo. A Eslovénia obteve uns surpreendentes 96 pontos sobre 100 indicadores de sustentabilidade, distribuídos por áreas como o ambiente e o clima, a cultura e a autenticidade, a natureza e a biodiversidade. E a pitoresca capital Ljubljana foi distinguida em 2016 pela União Europeia como a Capital Verde da Europa.

Mas se a temática do verde lhe parece mais adequada para uma tese universitária do que para umas grandes férias, será melhor reconsiderar. Quase 60% do território esloveno é coberto por florestas luxuriantes e por mais de 40 parques e reservas, que abrigam cerca de 20 000 espécies de plantas e animais, com uma rede de trilhos para caminhadas. As estradas ziguezagueantes unem os lagos de águas cristalinas e as cidades de calçada  empedrada, onde os cafés locais servem o tradicional prato de štruklji, uns rolinhos de massa salgada recheados com vegetais, servidos com carne, e a acompanhar um dos vinhos vintage mais saborosos e ainda menos conhecidos da Europa. Tudo numa nação mais pequena do que Nova Jersey, com uma população de pouco mais de dois milhões de habitantes.

Este artigo foi publicado a 8 de março de 2017, tendo sido posteriormente atualizado.

Continuar a Ler