Video
1:11

Veja Leão a Atacar uma Garça num Zoológico em Amsterdão

Esta garça provavelmente voou para o recinto dos leões para beber água. As garças estão em todo o lado em Amsterdão. Embora este leão tenha sido criado em cativeiro, os especialistas dizem que a caça é instintiva e faz parte do seu DNA. A garça não teve hipóteses contra este leão sorrateiro.
Video
1:19

Vídeo Raro de Duas Irmãs Leopardo que Acasalam com o Mesmo Macho

Os sons de acasalamento provavelmente atraíram a fêmea mais velha para o limite do seu território. Os leopardos são animais territoriais solitários. Desta forma, partilhar um parceiro muito próximo é incomum, mas um guarda florestal da Reserva de Londolozi observou vários acasalamentos ao longo de várias horas. O parentesco das irmãs provavelmente tornou-as mais tolerantes com a presença uma da outra, e a mais nova, de apenas 2,5 anos de idade, ainda não é territorial. A fêmea mais velha está agora a criar uma ninhada de filhotes, e é possível que este acasalamento também resulte numa nova ninhada. "
Video
2:14

Veja Porque Dançam Estes Jovens Sírios nas Ruas

Ao dançarem nas ruas da Síria, eles esperam inspirar a mudança. O grupo, chamado DARE, tem consciência das tradições conservadoras na Síria. Mas espera mudar isso através desta forma de arte pacífica.
Video
2:40

Estes Espeleólogos Exploram a Maior Cave do Mundo, no México

O Sistema Huautla é o sistema de cavernas mais profundo do Hemisfério Ocidental e muito ainda está por descobrir. A complexidade do sistema de cavernas justifica a sua reputação como, talvez, a maior caverna do mundo. Quando a equipa partiu para a exploração... houve uma chuva torrencial... que elevou o nível da água dentro da caverna. Isto aumentou a dificuldade de navegação pelo chão da caverna. Apesar dos perigos, a equipa foi capaz de descobrir novas passagens… e viver para contar a história.
Video
0:49

Veja uma Raia a Devorar Caranguejos-Aranha no Fundo do Mar

Mergulhadores filmaram a raia “esparramada” sobre um grupo de caranguejos-aranha perto da Península Mornington, na Austrália. A sua cor da pele quase branca pode significar que é uma raia albina rara, embora seja difícil confirmar sem um exame mais detalhado por um especialista na área.
Video
2:14

Explore o Esplendor da Grande Barreira de Coral da Austrália

Este extenso sistema de recife de coral é um dos locais com maior diversidade biológica do planeta. Pode passar a vida inteira a explorar a Grande Barreira de Coral e ainda assim não conseguir ver todo este colorido do reino dos corais - é quase do tamanho de Montana. Com uma extensão que se prolonga pela costa leste de Queensland, na Austrália, a Grande Barreira de Coral não é um único recife, mas um grupo de mais de 2800 entidades distintas. Estende-se por 1250 milhas (2000 quilómetros) de norte a sul e cobre cerca de 135000 milhas quadradas (350000 quilómetros quadrados) no total.
Video
1:20

Veja um Flamingo a Sair da Casca

O filhote faz parte do programa de conservação do zoológico. Para proteger os ovos dos predadores, os tratadores retiram-nos dos seus ninhos e alojam-nos em incubadoras. Em cerca de 28 dias, quando começam as eclosões, os ovos são colocados neste nascedouro. Dos 12 ovos fertilizados este ano, 5 sobreviveram à incubação. Este é o filhote mais pequeno, com apenas 85 gramas de peso. Os veterinários vão monitorizar a sua saúde e serão criados à mão pela equipa de cuidados com animais do zoológico. O sexo do filhote será determinado no espaço de uma semana, após uma análise de DNA.
Video
1:17

Veja Filmagens Raras do Misterioso Porco Gigante da Floresta

Ironicamente, são os humanos que menos conseguem ver o maior porco do mundo, em parte porque são frequentemente caçados pela sua carne. O explorador da National Geographic, Rafael Reyna-Hurtado, tem acompanhado estas feras com mais de 270 kg durante vários anos no Uganda. Ele colocou armadilhas fotográficas em áreas lamacentas, esperando que os porcos parariam ali para arrefecerem. Funcionou. Estas são imagens raras do porco gigante da floresta, que tem cabelos pretos curtos, presas afiadas e bochechas proeminentes. Eles desempenham um papel importante nas florestas não só porque cortam as plantas herbáceas, mas também porque são o sustento de leopardos e leões. No entanto, a sua população está a diminuir, principalmente devido à caça furtiva e à fragmentação dos seus habitats.
Video
0:53

O Som Mais Irritante da Terra Foi, Finalmente, Explicado pela Ciência

Ao utilizarem câmeras de alta velocidade, cientistas da Universidade de Cambridge estudaram o som "plink" que as gotas de água fazem quando caem na água. O som agudo é causado por uma bolha de ar presa que se forma no impacto. A bolha oscila até 5000 vezes por segundo, fazendo a água vibrar e criando o som característico.
Video
1:15

Crianças na Índia Descem 12 Metros Para Encontrar Água

Neste caso, as meninas descem este poço de 12 metros para encher os seus baldes. Utilizam cordas e pequenos apoios para os pés, mas os acidentes são muito frequentes. Uma vez no fundo, a água infestada de vermes é recolhida. Esta aldeia é uma das muitas que lutam com suprimentos de água limitados... Um problema crescente na Índia e no mundo. Alguns preveem que até 2030, a procura de água na Índia será o dobro da oferta disponível.
Video
1:07

Veja Quatro Filhotes de Leão da Montanha a Acordarem na Sua Toca

Eles têm acompanhado a mãe, a P-62, desde janeiro de 2018. Todas as crias são do sexo feminino e chamam-se P-66, P-67, P-68 e P-69. Os investigadores verificaram se estava tudo bem e assinalaram cada cria com uma marca auricular.
Video

Veja Tartarugas a Apanhar Banhos de Sol às Costas de um Hipópotamo

Neste caso, elas estão a usar as costas de um hipopótamo como plataforma para banhos de sol. O mamífero, que normalmente é agressivo, não parece importar-se. Os hipopótamos tendem a dormir durante o dia e alimentam-se à noite. Em repouso, o hipopótamo é um perfeito “leito de bronzeamento” para estas tartarugas "oportunistas".
Video

Veja uma Orca a Bater com a Cauda numa Raia - para "Brincar"

Um encontro tão próximo com orcas na Baja California é raro. O mergulhador e cineasta Jorge Cervera Hauser, e esta raia, estão surpresos com o sucedido. Uma das orcas usa a poderosa cauda para atordoar a raia. Por vezes, as orcas agitam a cauda como “brincadeira”, mas acabam por comer o animal atordoado ou morto. Embora as orcas comam raias, Hauser acredita que estas estavam a “exibir-se”. Elas bateram e cercaram a raia durante mais de uma hora, antes de a deixar afundar no mar sem ser ingerida. Ainda que ele pudesse ter sido esbofeteado pela cauda, diz Hauser, “foi a experiência subaquática mais incrível que tive na minha vida”.
Video

Veja Fissuras Hidrotermais Oceânicas em Águas Surpreendentemente Rasas

As fontes hidrotermais são fissuras termais de águas profundas que formam estruturas parecidas com chaminés e alojam estranhas formas de vida. As recém-descobertas fissuras estão em águas relativamente rasas, a 570 metros de profundidade. Os primeiros orifícios descobertos estavam a 2500 metros de profundidade. Mais de 700 novas espécies foram encontradas perto de fontes hidrotermais, e mais ainda podem ser descobertas neste novo local. A descoberta fez parte de uma expedição da National Geographic Pristine Seas dos Açores, que está a ser documentada no Open Explorer.
Video

Lagosta Ultra-Rara Parece Algodão Doce Azul

Este tipo de pigmentação rara ocorre aproximadamente uma vez a cada quatro ou cinco anos. A pigmentação pode ter sido causada por uma mutação genética ou talvez por algum tipo de alimento.
Video
1:27

Elefantes Atingidos por Comboios na Índia Representam um Desafio para os Conservacionistas

O espaço partilhado entre pessoas e animais selvagens na Índia já provocou muitas ocorrências como esta... que se tornaram um problema cada vez maior no país. Noutra colisão recente, quatro elefantes morreram quando foram atingidos por um comboio perto de Telidihi Village. Os acidentes com este tipo de transportes na Índia mataram 266 elefantes de 1987 a julho de 2017. As autoridades ferroviárias do leste do país instalaram dispositivos que transmitem o som do zumbido das abelhas melíferas. Desta forma, esperam que o medo que os elefantes têm dos insetos os mantenha longe dos comboios que se aproximam.
Video
1:57

Cientistas Sinalizam Misteriosas Tartarugas-Verdes no Golfo Pérsico

Uma equipa internacional de investigadores está a apanhar dezenas de tartarugas, ao estilo de rodeio, para aprender mais sobre as suas rotas de migração e os locais de nidificação nas praias. Os investigadores verificam a saúde das tartarugas, fazem medições e usam o método de laparoscopia para verificar o sexo de cada uma. Eles querem descobrir se as fêmeas carregam ovos ou se já desovaram. Depois prendem dispositivos de localização às carapaças das tartarugas, de forma a que possam recolher os dados posteriormente. Estes dados vão ajudar os conservacionistas a saber onde são necessários mais recursos para ajudar a proteger as espécies ameaçadas. As tartarugas-verdes sofrem da poluição e do perigoso tráfego de barcos no Golfo Pérsico. Atualmente, alguns países da região carecem de medidas para proteger as tartarugas.