National Geographic

O menino com dois milhões de anos

Um rapaz de nove anos é considerado uma das maiores descobertas recentes e um dos fósseis mais importantes para estudar as nossas origens. O esqueleto deste menino com 2000 milhões de anos põe em causa aquilo que pensamos saber sobre a evolução do homem, e a importância desta descoberta deve-se ao facto de datar de um período onde ainda pairam grandes dúvidas e muita falta de informação, um período que os cientistas acreditam que o homem deixou de carregar os atributos mais semelhantes aos dos seus "primos".