Animais

Qual a Causa dos Cães Azuis Encontrados na Índia? (Vídeo)

Os moradores inicialmente ficaram perplexos, depois de vários cães vadios terem sido encontrados a deambular pelas ruas com um pelo azul brilhante.quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Por Sarah Gibbens

Quando os cães de Taloja — um bairro industrial nos arredores de Bombaim, na Índia — começaram a aparecer com o pelo azul brilhante, os moradores aperceberam-se do fenómeno.

As preocupações com os canídeos e os receios de que a tinta contivesse um perigoso agente poluente foram imediatamente evidenciadas nas redes sociais e nos noticiários locais.

Um representante da Navi Mumbai Animal Protection Cell (NMAPC), uma das clínicas onde foram tratados os cães, disse, em declarações telefónicas à National Geographic, que, entretanto, fortes chuvas já tinham lavado o pelo dos animais. Num e-mail, Shakuntala Majumdar, do hospital veterinário Thane SPCA, de Bombaim, disse também terem conseguido apanhar e limpar um dos cães.

Os cães que foram tratados estão bem. A aparência destes motiva um grande número de perguntas, impondo-se a seguinte: — como foi que uma matilha de cães ficou azul brilhante?

De acordo com a reportagem do Hindustan Times, é provável que os cães tenham sido afetados por resíduos industriais não tratados, que tinham  sido alegadamente despejados por uma empresa, perto do rio Kasadi. O rio passa por uma zona onde existem centenas de fábricas, mas a publicação cita autoridades que responsabilizam uma fábrica, cujo nome não foi divulgado, que alegadamente fabrica detergente. Foi aberta uma investigação pela agência reguladora local, a Maharashtra Pollution Control Board, que, supostamente, publicará um relatório completo sobre o incidente nas próximas semanas.

A Maharashtra Pollution Control Board não respondeu a vários pedidos para que comentasse.

PISTAS AZUIS

Majumdar e a sua equipa foram inicialmente notificados por residentes preocupados com os cães vadios azuis. A fábrica, que os locais pensam poder ter sido a responsável, e as áreas circundantes onde existe acumulação de água foram vedadas, mas os cães foram supostamente capazes de encontrar buracos na vedação de arame, e entravam na água para se refrescarem. O Thane SPCA inicialmente contabilizou cinco cães afetados, mas estimou que pudesse haver mais, com base no grande número de cães vadios existentes naquela área e da vedação, que aparentava ser relativamente fraca.

"Os cães pareceram estar saudáveis, mas apresentam manchas azuis no seu pelo", declara Majumbar.

Foi difícil para a equipa apanhar os ágeis cães naquela área pantanosa, mas acabaram por ser bem-sucedidos, e conseguiram trazer um de volta para a sua clínica.

"É possível que a tinta seja à base de água, porque saiu depois de dois banhos", disse a tratadora de animais.

Além dos banhos, foi também feita uma leve raspagem ao pelo do cão para testar a toxicidade. Alguns estabelecimentos regionais relataram que os cães foram encontrados cegos, o que Majumdar diz ser falso.

"Não vimos nenhum cão cego."

Um representante da Navi Mumbai Animal Protection Cell declarou que chegaram a conclusões semelhantes sobre a toxicidade do corante. Não observaram efeitos indesejados para a saúde dos cães ou de outros animais da região. No entanto, até que o resultado das análises aos cães seja o definitivo e o conselho de controlo da poluição divulgue o relatório, não existe forma de saber quais são todos os efeitos do corante.

CÃES VADIOS DE BOMBAIM

Os cães estão protegidos pela lei, na Índia. Em maio passado, o governo aprovou legislação mais abrangente, que acabou com a criação de cães de forma indiscriminada e proporcionou financiamento para as primeiras necessidades, como, por exemplo, comida e abrigo. Num país com mil milhões de pessoas e 30 milhões de cães, é uma árdua tarefa.

"Os cães permanecem nas ruas, são protegidos por comunidades de pequenas empresas e moradores de bairros de lata. A maior parte das comunidades fechadas odeiam-nos, mas continuam a existir", observou Majumdar.

Os cães não se limitam a existir, diz um especialista; também se reproduzem.

NG Jayasimha é o diretor-geral da Humane Society India. Não tinha ouvido falar do incidente em que os cães tinham ficado azuis, mas não se mostrou surpreendido com o facto de terem acesso a água poluída.

De acordo com os comentários de Majumdar sobre os membros da comunidade em questão que entraram em contato com o SPCA, Jayasimha sublinhou que os cães podem ter um papel importante nas comunidades de Bombaím.

"Há cães de rua que não têm donos ou nenhuma família de referência, mas, ainda assim, podem ser aceites pelas pessoas do bairro como pertencentes à comunidade", disse Jayasimha.

Se, por um lado, podem ser grandes companheiros, por outro lado, os cães representam também uma ameaça por causa de doenças como a raiva, muitas vezes transmitida através das dentadas. (Leia mais sobre o esforço para vacinar os cães na Índia)

De acordo com dados da Humane Society, 60% da população de cães da Índia enquadra-se no estatuto de "propriedade da comunidade". Em Bombaím, estima-se que mais de metade das pessoas que residem nas cidades vivam nas ruas ou nos bairros de lata, e os cães podem ser grandes companheiros, na medida em que também “dão conta” do lixo e de outras matérias orgânicas produzidas pelas pessoas.

É essa característica recoletora, disse Jayasimha, que poderá tê-los levado a fazer uma vistoria perto da fábrica. Alegadamente, foi instalado um portão temporário para tentar impedir a entrada de mais cães nas áreas contaminadas.

 

Saiba mais sobre cães em: http://www.natgeo.pt/photography/2017/08/por-que-e-que-os-caes-sao-tao-amistosos 

 

Continuar a Ler