Será que os Elefantes Sofrem Pela Perda de Entes Queridos? Este Vídeo Sugere que Sim.

Os elefantes têm noção do tempo e as suas vidas estendem-se por largos anos. Será que também pensam sobre a morte?quinta-feira, 17 de maio de 2018

Câmaras que emitiam em direto um safari filmaram três jovens elefantes reunidos em torno do cadáver de um elefante. As imagens revelam comportamentos observados pelos investigadores em contextos semelhantes: os elefantes expressam dor ou fazem o luto pela perda de um ente querido.

O especialista em atitudes e comportamentos de elefantes Joyce Poole da ElephantVoices explica algumas destas manifestações de dor: a "elevação" é um movimento em que os elefantes elevam as patas dianteiras e se apoiam sobre o cadáver; o "recuo" é um movimento em que os elefantes retrocedem uns passos em direção ao defunto, muitas vezes tocando nele com a parte posterior da pata; a "exploração, toque e tromba" é um comportamento em que o elefante explora o cadáver com a tromba, podendo ou não tocar nele; e o "silêncio" é uma atitude de contemplação silenciosa.

Estes comportamentos também se verificam noutras situações, mas não com a frequência com que ocorrem ante a presença de um cadáver. Estas ações são objeto de um estudo em curso, que pretende perceber se os elefantes transmitem e assimilam estes comportamentos como parte de uma herança cultural.

Continuar a Ler