Vídeo: 101 Pangolins Destinados ao Mercado Negro Foram Resgatados de um Barco de Pesca

A apreensão aponta para uma mudança de tática entre os traficantes de vida selvagem.segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Veja: 101 Pangolins Destinados ao Mercado Negro Salvos de um Barco de Pesca
Veja: 101 Pangolins Destinados ao Mercado Negro Salvos de um Barco de Pesca

Mais de 100 pangolins foram resgatados após uma operação antitráfico num barco de posta ao largo da costa leste de Sumatra, a 24 de outubro.

As autoridades indonésias prenderam dois homens que, alegadamente, foram pagos para transportar os mamíferos escamosos, segundo um comunicado de imprensa por parte da Marinha indonésia, que foi alertada por membros da comunidade.

A operação revela a mudança de método dos traficantes. Estes últimos costumavam utilizar grandes contentores frigoríficos marítimos que só os grandes portos internacionais conseguiam armazenar, mas os traficantes estão a criar remessas cada vez mais pequenas — mas mais regulares — de pangolins vivos através de portos marítimos remotos, afirma Dwi Adhiasto, um especialista de comércio de vida selvagem no gabinete da Wildlife Conservation Society na Indonésia.

"Quando se registou um aumento da proteção das fronteiras por parte da alfândega indonésia e se efetuaram mais de 10 apreensões com imensos pangolins congelados nos (principais) portos marítimos, os traficantes mudaram o seu modo de atuação", escreveu num e-mail.

Acredita-se que os pangolins são o mamífero mais traficado no mundo, com centenas de milhares furtados todos os anos. Apresentam cerca do mesmo tamanho de um gato doméstico, são frequentemente apelidados de "papa-formigas escamosos" e podem ter sido a inspiração para a criação do Pokémon "Sandshrew". Quando se sentem ameaçados, os pangolins enrolam-se numa bola como o tatu — o que lhes dá uma boa proteção contra predadores mas torna-os alvos fáceis para os caçadores furtivos.

Existe um crescente mercado negro de pangolins na Ásia, sobretudo no Vietname e na China, países onde a sua carne é considerada uma iguaria e as suas escamas são por vezes utilizadas na medicina tradicional, apesar de não existirem provas científicas do seu poder curativo. Existe mesmo um prato denominado sopa de feto de pangolim, que se acredita que pode potenciar a virilidade masculina. As escamas de um único pangolim podem ter um valor de mercado de 2.700 dólares, segundo alguns relatórios.

Desconhece-se exatamente quantos pangolins ainda existem no estado selvagem, mas os cientistas classificaram as quatro espécies asiáticas como em risco ou em grave risco, o que significa que enfrentam um risco de extinção muito elevado. As quatro espécies africanas de pangolins, que não estão em risco de extinção mas são consideradas vulneráveis, estão a ficar cada vez mais sob pressão dos traficantes que se estão a interessas mais pelas mesmas.

Quatro dos 101 pangolins apreendidos do barco de pesca acabaram por morrer mais tarde. Um porta-voz afirmou que os restantes serão libertados no parque nacional mais próximo, segundo a AFP. Ainda assim, não existe nenhuma garantia de que não vão voltar a ser apanhados por caçadores furtivos.

A Indonésia tem emergido com um país popular de passagem para o comércio de vida selvagem, que se estima que possa valer vários mil milhões de dólares por ano, segundo as Nações Unidas. O comércio ilegal de vida selvagem na Indonésia é normalmente realizado por locais, que caçam furtivamente os animais e vendem os mesmos a revendedores e associações criminosas para serem contrabandeados para fora do país.

Os suspeitos presos neste caso enfrentam uma pena de prisão de 5 anos e uma multa até 7.300 dólares, mais de metade do PIB per capita da Indonésia.

Veja a Captura Arrepiante de uma Preguiça para o Mercado Negro
Veja a Captura Arrepiante de uma Preguiça para o Mercado Negro
Continuar a Ler