Veja Uma Pitão Gigante a Regurgitar Um Lagarto Com Metade Do Seu Tamanho

O vídeo mostra uma das formas de proteção que esta cobra massiva utiliza quando se sente ameaçada.terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Como é Que uma Pitão Gigante Regurgita um Lagarto com Metade do seu Tamanho
Como é Que uma Pitão Gigante Regurgita um Lagarto com Metade do seu Tamanho

No que respeita a animais que têm mais olhos do que barriga, as pitões batem-nos aos pontos.

Apareceu na Internet esta semana um vídeo de uma pitão a regurgitar um grande varano-malaio, e é fácil perceber porquê. Uma pitão da Tailândia regurgita devagar um lagarto inteiro e intacto que tem mais de um metro e meio (e está completamente morto).

Inicialmente, podíamos ver a ponta da cauda do lagarto visivelmente protusa entre as mandíbulas expandidas da pitão. A pitão foi recuando lentamente e libertando o lagarto pedaço a pedaço. Deixando para trás o cadáver do lagarto próximo da própria serpente, na parte de trás de uma carrinha.

Segundo a imprensa local, a pitão estava a ser transportada para uma reserva onde seria libertada para a floresta. A serpente foi encontrada por baixo de um pátio adjacente a uma casa habitada por uma senhora. Uma equipa de controlo de vida selvagem foi chamada para tirar o animal do ambiente urbano. A equipa teve de partir cimento para conseguir retirar a cobra.

O vídeo oferece a oportunidade de observar as serpentes a utilizarem um mecanismo de defesa único.

Veja também Como consegue Uma Pitão Engolir Um Crocodilo

As serpentes precisam de ser ágeis, quando se sentem sob pressão, quer seja para conseguir uma fuga rápida quer seja para fazer um ataque aos seus oponentes. Contudo, a pior altura para uma serpente ser atacada é depois de uma grande refeição. Apesar de terem presas para agarrar a sua vítima, elas não utilizam esses dentes para mastigar a sua comida.

Ao invés disso os répteis engolem as suas presas inteiras e são as suas enzimas digestivas que lentamente desfazem a comida. Um processo que pode demorar semanas se as presas (vítimas) forem grandes.

"Quando elas engolem alguma coisa relativamente grande, pode torna-las menos móveis, o que quer dizer que, quando são hostilizadas, é habitual regurgitarem a refeição”, quem o disse foi Max Nickerson, o curador de herpetologia do Museu de História Natural da Flórida, numa entrevista anterior dada à National Geographic.

Ainda que seja um hábito comum de uma grande variedade de espécies, as pitões tendem a regurgitar as refeições mais surpreendentes porque as próprias cobras são enormes. Em média, uma pitão-birmanesa, como aquela que podemos ver no vídeo, pode atingir os 91 quilogramas e medir sete metros.

Existem imagens de pitões a regurgitar um antílope. E uma pitão na Indonésia engoliu um humano inteiro, mas, neste caso não o cuspiu.

Veja também: 

Perito em Cobras Escapa ao Aperto de uma Pitão
Continuar a Ler