O meu almoço com o Príncipe Philip

Num encontro inesperado com a diretora assistente de fotografia da National Geographic, o membro da realeza britânica foi charmoso e provocador.

Por Kathy Moran
Publicado 12/04/2021, 15:22 WEST
príncipe Philip

O Príncipe Philip, duque de Edimburgo, faleceu no dia 9 de abril de 2021 aos 99 anos.

Fotografia de MICHAEL DUNLEA, ALAMY STOCK PHOTO

Para um homem que nunca andou de autocarro ou chamou um táxi, e que viveu décadas sem uma carteira no bolso, havia algo muito terra a terra sobre o Príncipe Philip.

Pelo menos foi isso que senti durante um almoço de 90 minutos no Palácio de Buckingham onde me vi inesperadamente sentada à esquerda do marido da rainha Isabel II da Grã-Bretanha. No início dos seus 90 anos, Philip era perspicaz, experiente, bem-humorado e provocador. Durante este almoço anual para um grupo conservacionista do qual eu fazia parte do conselho de consultoria dos EUA, Philip estava profundamente preocupado com os esforços de conservação – e claramente com disposição para se divertir.

A rainha Isabel II e o Príncipe Philip regressam ao Palácio de Buckingham depois de participarem numa festa no jardim real no dia 29 de junho de 2011. O casal casou-se em 1947 quando Philip tinha 26 anos e Isabel 21. Estiveram casados 73 anos.

Fotografia de Matt Dunham, Getty Images

Desde Inglaterra, à esquerda, ao Canadá, à direita, o casal real percorreu o mundo no cumprimento dos seus deveres oficiais. O Príncipe Philip anunciou o seu aposentamento da vida pública em 2017.

Fotografia de NAT GEO IMAGE COLLECTION

Philip disse-me que achava que todos veados-vermelhos da Grã-Bretanha deviam ser abatidos, porque eram demasiados. E fez-me rir quando contou um momento indelicado que aconteceu durante uma visita à China. Enquanto um prato de cordeiro e puré de batata passava à minha frente, eu estava demasiado entretida com a conversa para comer, receando que uma gargalhada me fizesse soltar couves-de-bruxelas pela sala.

Ser provocador era uma característica comum em Philip, que faleceu na sexta-feira aos 99 anos. Philip chegou a dizer a um ditador paraguaio: “É um prazer estar num país que não é governado pelo seu povo.” Com o passar dos anos, o seu humor sem filtro transformou-se frequentemente em mau gosto, e os seus defeitos estavam à vista de todos.

Mas ao meu lado, durante a metade do almoço em que conversámos, Philip foi um conversador muito envolvido. Eu sabia que esta era apenas mais uma refeição para ele, mas era um momento que eu iria degustar para o resto da minha vida. Philip estava cheio de energia. Havia um brilho nos seus olhos e ele não deixava escapar nada.

Quando Philip sinalizou que a nossa conversa tinha acabado e se virou para o outro lado, conforme manda o protocolo, para o convidado à sua direita, um empregado aproximou-se de mim e perguntou: “Deseja um copo de vinho agora?”

Meu Deus, sim.

Penso que nunca estive tão exausta na vida.


Este artigo foi publicado originalmente em inglês no site nationalgeographic.com

Continuar a Ler

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio Ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem e aventuras
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeos

Sobre nós

Inscrição

  • Revista
  • Registrar
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2017 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados