História

Dia Mundial da Criança: Solte a Criança que Há em si

No dia 1 de junho celebra-se o Dia Mundial da Criança. Divirta-se neste dia em família e ao ar livre, com as nossas sugestões.Wednesday, May 29, 2019

Por National Geographic
Uma criança com botas de cowboy lança um barco no lago de um parque.

É já no próximo sábado, dia 1 de junho que se celebra o Dia Mundial da Criança. Esta data efeméride difere de país para país – no Brasil celebra-se a 12 de outubro, na China a 5 de maio, na Turquia a 23 de abril, na Índia a 15 de novembro –, mas, anualmente, em Portugal, é sempre celebrada a 1 de junho.

Apesar desta comemoração estar enraizada na cultura portuguesa, foi apenas a 20 de novembro de 1959 que a Organização das Nações Unidas aprovou a Declaração dos Direitos da Criança, anunciando os direitos de todas as crianças do mundo. Sendo este momento um marco histórico a nível mundial, a ONU estabeleceu esta data como o dia universal da criança.

Este é sempre um dia cheio de atividades destinadas às crianças, porém, se prefere festejá-lo ao ar livre, mas num ambiente mais familiar e íntimo, deixamos-lhe algumas sugestões para se divertir neste Dia Mundial da Criança:

1. De volta ao passado
Diz-se que não existem brincadeiras como as de antigamente. As crianças não passavam tanto tempo em casa, brincavam na rua, ao ar livre. Os brinquedos eram, muitas vezes, feitos com materiais que iam encontrando ou que passavam de geração em geração. Por que não trazer essas memórias para este dia e partilhar as brincadeiras que fazia com os seus filhos?

A tecnologia está tão presente no quotidiano das crianças de hoje que acabam por perder-se algumas tradições e experiências que só os poderiam enriquecer culturalmente. Pegue nos brinquedos que guardou ao longo dos últimos anos e deixe as crianças saírem para a rua e experimentarem-nos. Sejam eles o pião, o arco, as cantigas de roda, o jogo da malha, o “lencinho vai na mão” ou outra brincadeira qualquer. Acredite, os seus filhos, netos ou sobrinhos vão divertir-se como nunca!

E se, por ventura, não tiver guardado nenhum brinquedo da sua infância, pode sempre comprar em lojas de segunda mão ou que vendam peças vintage ou, até mesmo, fazer os próprios brinquedos, como acontecia há uns anos, tornando o Dia Mundial da Criança numa experiência ainda mais única e divertida.

Crianças a brincar numa rua, em Nova Iorque.

2. Um dia no parque
Não há nada melhor do que um dia no parque. As crianças gostam de liberdade, espaço para brincarem e boa companhia, por isso, reúna a família ou os amigos, dos mais novos aos mais velhos, e organize um piquenique num parque calmo, com grandes áreas verdes e com espaços para as crianças brincarem, como por exemplo, um parque infantil ou com circuitos.

Pode levar alguns brinquedos mais tradicionais – bola de futebol, raquetes de badmington, peões, carros, entre outros – ou fazer uma caça ao tesouro para as crianças.

Para isso, apenas tem de escrever uma série de pistas em cartões – podem ser provérbios, palavras cruzadas, caça palavras ou a forca –, de forma a que as crianças consigam decifrá-las e avançarem no jogo até encontrarem o tesouro. Lembre-se de chegar ao parque antes dos convidados para esconder as pistas e o tesouro. Dependendo da quantidade e do grau de dificuldade das pistas, esta atividade poderá durar horas!

Em alguns parques, poderá simplesmente participar nas atividades preparadas para este dia, como Serralves em Festa, onde se organizam atividades gratuitas para toda a família, com muita diversão, música e comida à mistura.

Crianças a brincar ao ar livre, numa rua em Washington, D.C.

3. Mãos na massa
Traga as crianças para o espaço exterior da sua casa e presenteie-as com uma sessão de artes plásticas. Qual é a criança que não gosta de pôr as mãos na massa e deixar levar-se pela criatividade?

Para organizar uma oficina de artes plásticas tem de começar por escolher os temas e as atividades a fazer, que podem ser fazer papel reciclado, desenhar um animal reutilizando materiais que tem por casa ou simplesmente pintar com tintas.

No primeiro caso, deve recolher a maior quantidade de folhas, revistas e jornais que já não quer, um recipiente com água, uma peneira fina e um liquidificador. Para fazer o papel reciclado com as crianças, incentive-as a cortar os papeis recolhidos em pedaços pequenos e a colocá-los no recipiente com a água, onde devem permanecer durante 24 horas. Uma vez que a atividade não conseguiria ficar realizada no próprio dia, sugerimos que faça no dia anterior o mesmo processo, para as crianças poderem avançar para o passo seguinte que passa por bater o papel molhado num liquidificador (esta parte terá de ser executada por um adulto) e dissolver tudo com as mãos. Por fim, espalhe a pasta de papel por cima das peneiras e deixe secar por 24 horas. No dia seguinte, as crianças já poderão ver o resultado final de todo o trabalho que fizeram e perceber a importância da reciclagem.

Na segunda atividade, basta reunir materiais que já não vai utilizar, como garrafas de plástico, palhas, rolhas, botões e entre outros, imprimir ou desenhar vários animais numa folha A3 e levar as crianças a utilizar os materiais reunidos para completar a forma dos animais. No fim, pode emoldurar as obras de arte e afixá-las nos respetivos quartos. Aqui, a sensibilização para a importância da reciclagem e da reutilização de materiais que poderiam simplesmente ir para o lixo.
 

O Dia Mundial da Criança pode ser uma ótima oportunidade para desenvolver atividades que estimulem em cada criança a responsabilidade pelo outro e pelo ambiente. Basta usar a imaginação!

Continuar a Ler