História

Que Cidades já Foram Capital de Portugal?

Sabia que, ao longo de quase 900 anos, 5 cidades já foram a capital de Portugal? Descubra quais.terça-feira, 10 de setembro de 2019

Por National Geographic
Mosteiro dos Jerónimos, Lisboa.

Ao longo de quase 900 anos de história, Portugal já teve 5 cidades às quais pôde chamar de capital. Algumas delas foram capitais de Portugal por mais do que uma vez e uma das cinco cidades não se encontra no território nacional que hoje conhecemos.

Descubra toda a história das capitais do nosso país: em que circunstâncias foram nomeadas capital de Portugal e porque razão deixaram de o ser?
 

Guimarães
Não é por acaso que Guimarães é apelidado de “Berço de Portugal”. Foi a primeira capital do Condado Portucalense e do país, sendo um cidade-chave e marcante no que diz respeito à formação da nacionalidade portuguesa e da sua independência.

Os vestígios dos primeiros passos dos portugueses ainda hoje se mantêm vivos, conferindo a Guimarães a essência e singularidade tão procuradas e apreciadas pela população e pelos turistas.

Coimbra
Coimbra surgiu como capital de Portugal após a importância que ganhava a cada dia. Renasceu e transformou-se na cidade mais importante abaixo do Rio Douro.

Após a formação do Condado Portucalense, D. Henrique e D. Teresa fizeram de Coimbra a sua casa. Construíram a sua residência e formaram a sua família dentro das muralhas das cidades. Crê-se que foi aqui que nasceu o primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques, que fez de Coimbra a capital do condado, substituindo Guimarães.

Esta mudança trouxe grandes benefícios para a independência do país, quer a nível económico, como político e social.

Até 1255, Coimbra manteve-se capital de Portugal. Depois, deu lugar a Lisboa.

Lisboa
Lisboa é capital de Portugal, pela segunda vez. Tudo começou, com a mudança da família real para esta cidade, que se tornava cada vez mais próspera.

Com o desenvolvimento notório do estuário, D. Afonso III conseguiu ver oportunidades para fazer o condado crescer, nomeadamente a facilidade em receber navios de mercadorias.

Apesar de não ter sido oficializado por escrito, Lisboa era considerada capital uma vez que a corte lá vivia permanentemente.

Cristo Redentor, Rio de Janeiro, Brasil.

Rio de Janeiro
Durante as invasões francesas, a família real sentiu necessidade de se mudar para o Brasil, onde escolheu a cidade do Rio de Janeiro para ser a nova capital de Portugal.

Alguns historiadores consideram este marco histórico como uma “inversão metropolitana”, pois a governação do império ultramarino português passou a ser exercida a partir da antiga colónia portuguesa.

Angra do Heroísmo
Angra do Heroísmo foi escolhida capital de Portugal por duas vezes.

A primeira ocorreu entre agosto de 1580 e agosto de 1582, aquando a fundação do governo de D. António, Prior do Crato.

A segunda deu-se uns anos mais tarde, em 1830, devido ao facto da cidade açoriana se ter tornado o centro do movimento liberal português, abraçando a causa institucional aqui estabelecida em nome de Maria II de Portugal, a Junta Provisória, em 1828.
 

Atualmente a capital de Portugal é Lisboa, a cidade mais populosa do país e uma das principais cidades portuguesas escolhidas pelos turistas.

Continuar a Ler