134 Anos de descobertas, aventura e exploração

A National Geographic explora o planeta há mais de 130 anos e distingue-se por desafiar, proteger e inspirar a humanidade a ir mais além.

Publicado 8/10/2019, 16:31 , Atualizado 12/01/2022, 10:25
O guia esquimó de Robert E. Peary procura terra no horizonte.

O guia esquimó de Robert E. Peary procura terra no horizonte.

Fotografia por Robert E Peary

Tudo começou a 13 de janeiro de 1888 com um convite, que reuniu os 33 fundadores da National Geographic Society, em Washington D.C. Entre eles, geólogos e cartógrafos, banqueiros e advogados, cientistas e líderes militares, que começaram a delinear o propósito da organização. Todos acreditavam que a ciência aliada a uma perceção mais clara do nosso mundo, teria o poder de mudá-lo, melhorando-o.

Sem staff, nem sede, a National Geographic Society começou a traçar novas rotas, a descobrir novas culturas e a ir mais além.

Mapearam-se zonas inexploradas do planeta.
Fizeram-se os primeiros registos de Machu Picchu.
Alcançou-se o Polo Norte.
Fizeram-se as primeiras fotografias com flash.
Fotografaram-se as primeiras cenas subaquáticas com cor natural.
Colocaram-se as primeiras câmaras de vídeo em animais.
Atingiu-se o cume do mundo: o Evereste.
Redescobriu-se o Titanic, depois do seu naufrágio.
Deu-se início ao trabalho pelas espécies ameaçadas e por um planeta mais saudável.
Tornámo-nos uma porta para o mundo e contribuímos para torná-lo melhor.

Celebramos Alexander Graham Bell, Amelia Earheart, Alexander Graham Bell, Robert A. Bartlett, Richard E. Byrd, Barry Bishop, Jane Goodall, Sylvia Earle, Dian Fossey, Jacques Cousteau, Robert E. Peary, entre tantos outros grandes nomes da história da National Geographic.

Para partilhar as expedições e descobertas foi criada a revista National Geographic, ainda em 1888. A sua primeira edição foi enviada para uma lista exclusiva de 200 membros. Em 2015, foi fundada a National Geographic Partners (NGP) e os seus conteúdos alcançam hoje milhões de pessoas, em 41 línguas e 172 países. A NGP conta histórias sobre a humanidade de uma perspetiva única, empenhando-se em produzir conteúdo inspirador sobre ciência, aventura, história, espaço e exploração.

A vontade dos nossos 33 fundadores foi cumprida. Alcançámos os quatro cantos da terra e fomos mais além. Cento e trinta e quatro anos depois, continuamos a apontar as nossas lentes para os sítios mais inóspitos e para as realidades mais duras do nosso planeta, continuamos a perseguir grandes questões e a desafiar pensamentos outrora aceites, continuamos a proteger e a inspirar a humanidade.

Mas nada disto seria possível sem o seu contributo. Graças a si já atribuímos mais de 15 mil bolsas de investigação, apoiando projetos ambiciosos nas áreas da ciência, exploração, conservação e storytelling. Quando lê, assiste, compra ou viaja connosco, está a apoiar o trabalho dos nossos cientistas, exploradores e educadores em todo o mundo. 

Por sua causa, a nossa existe. Obrigado por nos ajudar a contribuir para um planeta mais sustentável.

Continuar a Ler

Também lhe poderá interessar

História
Bayingyis: a Marca dos Portugueses na Antiga Birmânia
História
A Hollywood do Porto nos anos 20: produtora Invicta Film
História
41 Palavras portuguesas de origem árabe
História
Algumas curiosidades sobre Fernando Pessoa, que (provavelmente) não sabe
História
Abel Botelho, considerado pioneiro da literatura gay em Portugal

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio Ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem e aventuras
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeos

Sobre nós

Inscrição

  • Revista
  • Registar
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados