Viagem e Aventuras

Centenas de Balões de Ar Quente Coloridos Pintam o Céu

Todos os anos, o brilho colorido de centenas de balões de ar quente ilumina o céu do Sudoeste dos Estados Unidos. Segunda-feira, 30 Outubro

Por Steve Larese

Todos os anos, em Albuquerque, Novo México, o céu é tomado de assalto por por inúmeras e variadíssimas personagens, entre elas Elvis Presley, Darth Vader, dragões e zebras. Trata-se do maior encontro anual de balões de ar quente do mundo! Cerca de uma centena de balões de todas as formas e feitios, dos animais às criaturas alienistas, navegam o azul do céu de Albuquerque ao lado de mais de 550 balões tradicionais, representando 22 nações, durante as subidas em massa que ocorrem ao longo da semana. As paisagens amplas de Albuquerque, o céu soalheiro, os ventos favoráveis e uma elevação de 1524 metros fazem desta cidade uma das mais aptas para receber um evento de balonismo.

Veja como, por ocasião do maior encontro de balonistas do mundo, o Albuquerque International Balloon Fiesta, centenas de balões de ar quente enchem os céus do Novo México, neste magnífico vídeo capturado em time-lapse por colaboradores da plataforma Roadtrippers

Uma novidade da edição de 2017 é o Acender das Velas, quando centenas de balões acendem os queimadores a poucos minutos do nascer-do-sol, proporcionando um momento belíssimo antes de encherem os envelopes (a parte arredondada, em forma de balão) e procederem à ascensão em massa.

O campo com cerca de 32 hectares transforma-se numa floresta de cores assim que os monitores – conhecidos como zebras por causa dos seus uniformes pretos e brancos – apitam, dando ordem de descolagem, para grande regozijo dos milhares de aficionados e curiosos que assistem ao evento. A maioria das noites terminam com balões cativos e espetáculos de fogo de artifício a iluminar o recinto.

“O que torna a Fiesta tão especial, além do facto de ser o maior evento de balonismo do mundo, é o facto de as pessoas poderem passear pelo recinto enquanto os balonistas se preparam para voar, podendo inclusivamente ajudá-los com os preparativos”, diz Amanda Molina, uma das responsáveis pela organização do evento. “Vêm pessoas de todas as partes do mundo. Vemo-las entusiasmadas, de olhos bem abertos, como se voltassem a ser crianças durante aquela semana”. 

Os espetadores em busca de diversão extra podem inscrever-se para fazerem parte da equipa e ajudarem na preparação dos balões, seguindo-os ao longo da viagem para, depois, prestarem auxílio na aterragem. Para os que pretendem fintar o trânsito e acompanhar o espetáculo, há estacionamento gratuito para bicicletas.

Os ânimos aquecem à medida que se aproxima o America’s Challenge Gas Balloon Race, um desafio em que oito equipas provenientes de diferentes partes do globo tentam percorrer a maior distância possível num balão de hélio. Paralelamente, há concertos, como o de Billy Currington, músico country, a proporcionar a banda sonora para esta tarde de sábado.

O que começou como um evento de pequenas dimensões, em 1972, com apenas 13 balões, cresceu e, hoje, atrai centenas de balonista de todos os pontos do globo. Como se isto não fosse suficiente, a herança cultural da cidade, com as suas raízes nativo-americanas e espanholas, a sua comunidade artística emergente, com galerias a surgir em casas com telhados de adobe, e a aliciante oferta gastronómica local fazem de Albuquerque a cidade ideal para umas férias em qualquer altura do ano.

Continuar a Ler