Viagem e Aventuras

Este Festival de Vinho Ocorre Apenas Uma Vez em Cada 20 Anos

A encantadora cidade suíça de Vevey sabe como organizar uma festa. Quarta-feira, 20 Fevereiro

Por Sandra MacGregor

Quando se trata de celebrar a nobre uva, esqueça França, Itália ou Espanha, são suíços que sabem realmente fazer uma festa.

Neste verão, a tranquila cidade de Vevey encabeça o itinerário enófilo. A partir de 18 de julho de 2019, e com uma duração de três semanas, a cidade, com menos de 20 mil habitantes, receberá cerca de 400 mil visitantes para a Fête des Vignerons, um dos maiores – e menos frequentes – festivais de vinho do mundo.

Fundado em 1797, o festival foi iniciado pela Confrérie des Vignerons, ou Irmandade dos Vinicultores, para promover a colheita de vinho da região, uma das suas maiores indústrias. Ao longo dos séculos, o festival dos vinicultores evoluiu de uma festa de um dia para uma extravagância total com degustações, música ao vivo, desfiles, festas de disfarces, educação vinícola e visitas a adegas.

Embora os pinot noirs da região possam ser suaves, as comemorações são elaboradas, com 5 mil artesãos, atores e voluntários locais que participam numa série de 20 apresentações relacionadas com o vinho. Há também um espetáculo inaugural de alto nível, com uma duração de três horas e meia – dirigido por Daniele Finzi Pasca, uma diretora artística do Cirque du Soleil – capaz de rivalizar com a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos.

O evento não é apenas especial pelo seu tamanho e pelos seus festejos, mas sim pela sua raridade: o festival é realizado apenas uma vez a cada 20 anos. O âmbito cultural do espetáculo da Fête des Vignerons é tão notável que, em 2016, o evento recebeu o estatuto de Património Cultural Imaterial da UNESCO.

A incrível localização de Vevey também ajuda ao espetáculo. Situada ao longo das margens serenas do Lago Léman, a cidade fica mesmo no centro dos famosos terraços de vinhas de Lavaux, na Suíça, Património Mundial da UNESCO que data até aos monges vinicultores da Idade Média.

Mesmo que não seja um amante de vinhos, a Fête Des Vignerons é um evento luxuoso, rico em vinicultura e cultura gastronómica suíça – uma oportunidade de experimentar um festival que acontece uma vez por geração.

COMO CHEGAR

A viagem de comboio de uma hora entre Genebra e Vevey é a melhor aposta para um passeio relaxante, com vista para as vinhas cénicas de Lavaux. Os ingressos para uma apresentação oficial variam de € 70 a € 310, mas existem muitos eventos gratuitos para famílias e sem álcool.

ONDE FICAR

O histórico Grand Hôtel du Lac fica no coração das festividades, com uma localização ideal à beira do lago e um restaurante com estrela Michelin. O elegante Hôtel des Trois Couronnes tem um spa bem equipado e o Le Baron Tavernier, na aldeia vizinha de Chexbres, está rodeado por vinhas.

O QUE FAZER

Quer goste de vinho ou não, Vevey oferece muito para fazer. Situado na imensa propriedade a que Charlie Chaplin chamou de casa durante 25 anos, o Chaplin’s World é um museu dedicado inteiramente ao artista lendário. O autoproclamado “primeiro museu com temática gastronómica do mundo”, o Alimentarium é especialmente famoso pela enorme escultura de garfos no Lago Léman. Se estiver a viajar com crianças, confira o Nest, um museu interativo dedicado à Nestlé, sedeado em Vevey.

 

Este artigo foi publicado originalmente em inglês no site nationalgeographic.com