Viagem e Aventuras

Sítios, Incluindo Lisboa, que os Viajantes Adoraram Tanto que Decidiram Ficar

De Portugal ao Japão, eis 8 destinos que transformaram os seus visitantes em habitantes locais.quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Por Kelly Barrett
ver galeria

“Agora vivo aqui.” Talvez já tenha visto este meme transformado em legenda no Instagram, em fotografias de viagens recentes dos seus amigos – que não vivem realmente ali, mas se pudessem viviam.

Mas alguns viajantes chegam realmente a um destino, apaixonam-se pela região e decidem ficar para sempre. Quando a National Geogrphic perguntou aos seus leitores no Facebook, “Já viajou até um destino – e decidiu ficar para sempre?”, muitos leitores partilharam histórias engraçadas e românticas, mas outros descreveram locais de onde não se imaginavam a partir.

Eis algumas das nossas histórias favoritas, juntamente com algumas dicas para fazer uma viagem semelhante.

Lisboa, Portugal
Razões para ir
: Existem inúmeras razões para visitar Portugal. “Apaixonei pelas pessoas, pela comida, pelo estilo de vida, pela arquitetura e pelas praias” diz o leitor Mazzyff Mff. “Basicamente, tudo parecia encaixar de forma perfeita na minha maneira de ser.”
Dica de viagem: Esqueça os carros alugados e caminhe pelas ruas de calçada para desfrutar de alguns dos lugares mais adorados da capital portuguesa, como a Praça Luís de Camões. Lisboa é facilmente navegável através de uma extensa rede de transportes públicos, incluindo paragens de comboio ao longo da maravilhosa linha costeira do Estoril.

Glasgow, Escócia
Razões para ir
: Um centro histórico de aprendizagem, construção naval e comércio, a cidade mais populosa da Escócia é conhecida pelo seu dialeto e caráter únicos. A leitora Susanne Cagienard visitou Glasgow para um trabalho que deveria ser temporário, mas acabou por ficar lá a viver. "Casei-me com o homem que me foi buscar ao aeroporto, há mais de 14 anos", diz Susanne. "Eu adoro a Escócia".
Dica de viagem: Glasgow, "Cidade da Música" Património Mundial da UNESCO, oferece uma enorme variedade de entretenimento para todos os gostos. Se gosta de discos de vinil, visite a Love Music, ou então pode ver os artistas que atuam no Glasgow Barrowland Ballroom, um antigo salão de baile da década de 1960.

New Hampshire, EUA
Razões para ir:
Mais de 90 parques estaduais ajudam a conservar as colinas e florestas profundas de New Hampshire. O leitor Kerry Gmack, quando foi visitar um amigo que se tinha mudado para a região, "apaixonou-se pelas montanhas!"
Dica de viagem: Para os amantes da natureza, a Floresta Nacional de White Mountain, com as montanhas mais altas do nordeste dos Estados Unidos, é um verdadeiro tesouro. Suba até ao Monte Washington para ser recompensado com vistas que se estendem até Vermont, Nova Iorque, Massachusetts e Maine – e até mesmo o Québec.

Dubai, Emirados Árabes Unidos
Razões para ir
: A maior cidade dos Emirados, outrora uma zona de negócios banal, transformou-se num centro internacional ultramoderno. Em 1997, a leitora Joanna Aska visitou o Dubai e hoje ainda vive lá. “Vinte e três anos. Eu adoro isto. É incrível como este lugar mudou ”, diz Aska.
Dica de viagem: A Reserva de Conservação do Deserto do Dubai, o primeiro parque nacional dos Emirados Árabes Unidos, oferece aos seus visitantes a possibilidade de escaparem do frenesim citadino e apreciar um ecossistema desértico – com fauna e flora únicas – que inclui antílopes e répteis.

Japão
Razões para ir
: Com uma das taxas de turismo de maior crescimento no mundo, o Japão encanta os seus 30 milhões de visitantes anuais com cidades prósperas, paisagens deslumbrantes e uma cultura singular que combina tradição antiga e  energia moderna. Depois de ter visitado o país em três ocasiões diferentes, o leitor Gregory Duffy decidiu ficar lá a viver: “Eu adorei simplesmente tudo sobre este país. Construí aqui uma casa e não podia estar mais feliz! Estou aqui para ficar!"
Dica de viagem: Quando se trata de gastronomia japonesa, existem dois pratos essenciais: sushi e ramen. Pratique atempadamente a sua técnica com os pauzinhos, pois é a única forma de apreciar ambos os pratos – exceto o nigiri, que pode comer a seu bel-prazer com as mãos.

Washington, EUA
Razões para ir
: “Estou perdidamente apaixonada por este lugar”, diz a leitora Lizzi Crystal sobre a Península Olympic, uma região agreste e selvagem, parcialmente protegida pelo Parque Nacional Olympic. "Demorei vários anos e exigiu muito trabalho árduo, mas consegui finalmente mudar-me para cá, de forma permanente, em julho!"
Dica de viagem: A Shi Shi Beach, ou Praia de Rialto, é uma das extensões costeiras mais apreciadas no Noroeste Pacífico. Um dia de caminhada é suficiente para ver toda a linha costeira – e se decidir acampar durante a noite, não existe lugar melhor para assistir ao pôr do sol

Gotemburgo, Suécia
Razões para ir
: A Suécia é um dos lugares mais felizes do mundo e as suas cidades estão entre algumas das mais inovadoras. Seniha Oktar, que há quase seis anos viajou até este país nórdico para estudar, conhece os seus encantos. “Quando saí do autocarro, vinda do aeroporto, no meio de Gotemburgo, percebi que queria ficar aqui”, diz Seniha. "Foi a primeira vez que vim à Suécia, mas senti que já tinha cá estado."
Dica de viagem: Gosta de salmão? Então dirija-se ao Canal Rosenlund de Gotemburgo e visite o Fiskekörkan, um mercado de peixe, para provar uma enorme variedade de marisco local. O edifício do mercado remonta a 1874 e a sua arquitetura distinta granjeou-lhe o apelido de "Igreja do Peixe".

Ilha de Alor, Indonésia
Razões para ir
: O quarto país mais populoso do mundo, a Indonésia e as suas 17.508 ilhas, atraem mais de 15 milhões de turistas todos os anos. “Eu apaixonei-me pela natureza – fontes termais, quedas de água, vulcões e uma vida subaquática incrível”, diz a leitora Melissa Augustina Situmorang. “Esta cultura é surpreendente. Existe marisco e comida orgânica em abundância e as pessoas deste país são das mais sinceras do mundo.”
Dica de viagem: Para ter experiências de mergulho verdadeiramente sublimes, visite a região entre a Ilha Alor e a Ilha Pantar, onde mais de 40 pontos de mergulho estão entre os melhores do Estreito de Pantar. Descubra a variedade de criaturas subaquáticas nas suas encostas de recife, com anémonas multicoloridas, polvos e cavalos-marinhos.
 

Este artigo foi publicado originalmente em inglês no site nationalgeographic.com

Continuar a Ler