Pedra de Alvidrar, a arriba mais lendária de Sintra

A lenda conta que foi o deus do fogo que deu origem à Pedra de Alvidrar. Mas o que tem a ciência a dizer?

Por Catarina Fernandes
Publicado 12/07/2022, 11:28
Pedra de alvidrar

A Pedra de Alvidrar situa-se numa zona com acesso difícil.

Fotografia por ©Câmara Municipal de Sintra

O amor e o desamor. Um palco de batalhas e julgamentos mortais. Um local onde as forças da natureza emergiram do fundo da Terra só para ter que lutar contra o mar. A Pedra de Alvidrar é tudo isto, um local dado ao mito, um local cheio de história, quer seja geológica ou a história da sociedade humana.

Situada no Parque Natural de Sintra-Cascais, a Pedra de Alvidrar, embora de difícil acesso, foi e continua a ser um dos locais mais interessantes desta zona costeira. Entre factos e lendas, ciência e história, está na hora de conhecer melhor a arriba mais lendária de Sintra.

O que é a Pedra de Alvidrar?

Para descrever a Pedra de Alvidrar, nada melhor do que recorrer às palavras de José Alfredo da Costa Azevedo. Nascido em 1907, este artista natural de Sintra, distinguiu-se pelo amor que colocou naquilo que escreveu, pintou e desenhou sobre a sua terra. Por isso, aqui segue a sua descrição sobre a Pedra de Alvidrar:

“É um penedo enorme, em forma de laje, que começa no máximo da altura da ravina e que, com acentuado declive, termina ao nível do oceano, onde recebe [..] os violentos embates do mar quando revolto”.

Como se formaram a Pedra de Alvidrar e as suas grutas?

A Pedra de Alvidrar e as suas grutas são dois fenómenos geológicos muito interessantes que se situam entre a Praia da Adraga e a Praia da Ursa.

Toda a zona circundante à Pedra de Alvidrar é constituída por rochas vulcânicas no meio de rochas calcárias. Ao longo dos anos, a chuva e o constante bater das ondas nestas rochas foi erodindo-as lentamente, formando várias grutas, tais como aquelas que existem sob a Pedra de Alvidrar.

Quanto à Pedra de Alvidrar em si, aquela estrutura quase vertical, originou-se devido a outro fenómeno geológico. Esta posição vertical deve-se a uma ascensão do maciço eruptivo de Sintra há mais de 800 milhões de anos. Ao subir, este maciço foi empurrando a Pedra de Alvidrar cada vez mais para cima, dando origem à estrutura que conhecemos hoje.

3 Lendas e histórias acerca da Pedra de Alvidrar 

1# A lenda do deus Vulcano

Há uma lenda de amor e desamor na origem da Pedra de Alvidrar e do fojo que se avizinha dela. O deus Vulcano - deus romano do fogo - desejava casar-se com uma princesa de seu nome Al-Vidrar. Mas a princesa já havia prometido a sua mão a outro, nada mais nada menos, do que ao próprio sobrinho do deus Vulcano, que se chamava Foje.

Furioso, Vulcano iniciou uma batalha épica contra estes dois. É ali, na Praia da Adraga, que reza a lenda, descansam os “corpos” fossilizados da Princesa Al-Vidrar e de Foje.

2# “Pedra de Alvidrar, é este homem inocente?”

Na era dos romanos, a Pedra de Alvidrar era como um juiz. Ali, os romanos reuniam-se para um tribunal popular. Como se decidiam os inocentes e culpados? Teriam de salta da Pedra de Alvidrar para o mar. Se sobrevivessem, eram considerados inocentes. Se não sobrevivessem, eram tidos como culpados. 

3# Uma forma de entretenimento extremo

Se nos dias de hoje ainda há pescadores que se aventuram junto à Pedra de Alvidrar, antigamente havia quem a descesse e subisse para entreter turistas.

Quando turistas estrangeiros ou burgueses chegavam àquela zona, pagavam para que homens descessem e voltassem a subir a Pedra de Alvidrar. Descalços e sem qualquer equipamento de segurança. Era um espetáculo que balanceava tenuemente entre as linhas da vida e da morte.

Entre a lenda e a ciência: o que nos ensina a Pedra de Alvidrar?

A Pedra de Alvidrar sempre nos ofereceu o cenário perfeito para viajarmos entre a imaginação e a lógica. A sua imponência levou-nos a crer no passado que era um local mágico. E hoje, sabemos de facto que o é. Mas não pelas lendas de deuses lendários, mas sim pelas próprias forças da natureza. No final de contas, foi das profundezas da terra que veio a força que ergueu a Pedra de Alvidrar. 

Continuar a Ler

Também lhe poderá interessar

Viagem e Aventuras
Séculos de história por entre serras, testemunhados pelos rios Douro e Tâmega
Viagem e Aventuras
Portas de Ródão: como se formou este famoso monumento natural?
Viagem e Aventuras
André Rocha percorreu a pé a costa continental portuguesa de uma ponta à outra
Viagem e Aventuras
Sortelha, uma das aldeias mais bem conservadas do país
Viagem e Aventuras
7 Atividades no destino de natureza mais radical de Portugal

Descubra Nat Geo

  • Animais
  • Meio Ambiente
  • História
  • Ciência
  • Viagem e aventuras
  • Fotografia
  • Espaço
  • Vídeos

Sobre nós

Inscrição

  • Revista
  • Registar
  • Disney+

Siga-nos

Copyright © 1996-2015 National Geographic Society. Copyright © 2015-2021 National Geographic Partners, LLC. Todos os direitos reservados